Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dia de Clássico

MENU

8 Marés Vermelhas

joaopaulo74 4 Mar 13

O jogo de Aveiro poderá, muito bem, ter sido o jogo do título. De agora em diante faltam 8 finais! Nas oito finais em falta só queremos duas coisas:

- vitórias do SLB nos 8 jogos.

- Uma Maré VERMELHA que leve a equipa ao título!

Que nenhuma cadeira fique vazia - onde for possível estar um benfiquista, temos que lá estar.

É possível!

Sente-se isso nos adeptos do Dínamo da BCI!

Tags

26 comentários

De Cabalote a 04.03.2013 às 17:17

Os adeptos do clube do regime já estão a apelar?
Não querem já pedir pra mudar alguns dos jogos fora para o estádio da Luz? Digam-lhes que dá mais receitas de bilheteira.
Se pedirem ao Pentacampeão eles até são capazes de anuir, costuma correr tão bem no salão de festas....

De joaopaulo74 a 04.03.2013 às 18:37

Sempre pequenos, até nos comentários! Jovem, estava a falar para os benfiquistas. Essa do regime tem piada atendendo aos últimos 30 anos hehehe só a rir.

De Grande, grande...é o tombo a 05.03.2013 às 01:18

João, deixe-me tentar explicar-lhe uma coisa: essa de que fala, é uma pequenez que envaidece. somos de facto um "clube de bairro", mas representamos sentimentos e valores que apelam as todas as pessoas... deste bairro e de outros. dos bairros deste mundo, por assim dizer. investigue um bocado do espirito e da história que anima o boca juniors e saberá do que falo. ou se não quiser ir tão longe, do barcelona, que ainda há muito poucos anos era acusado de ser um clube regional pelo glorioso clube lá do sítio. vai ver que encontra inúmeros paralelos.
já agora, deixe-me dizer-lhe que essa de comparar o regime a que me referi com os últimos 30 anos é que só pode ser pra rir. pode-lhe chamar sistema, fruta, Papa, corrupção ou o que quiser (conquanto que a prove, porque para mentirosos messiânicos em causa própria já basta este governo) mas por muito sujos que possam eventualmente ser os nossos títulos, não foram ganhos à lei da bala, imposta por uma ditadura que se servia do futebol como exemplo do vigor e sucesso desse mesmo, adivinhou, regime. e isto especialmente na Europa, como bem saberá pelos exemplos flagrantes que constituíram o mundial de 34 na Itália ou o europeu de 64 em Espanha.

De Dylan a 05.03.2013 às 11:03

Caro Grande, Grande...[é o texto],

A ditadura servia-se do futebol, é verdade, mas não queira pôr o Benfica no mesmo saco. Toda a gente sabe quem era o clube que tinha altos dirigentes ligados ao Regime, toda a gente sabe quem eram os clubes que faziam a saudação fascista.

De é óbvio a 05.03.2013 às 11:53

pois claro, meu caro Dylan. vocês ganhavam tudo em Portugal CONTRA a ditadura. pois claro.

De Dylan a 07.03.2013 às 14:59

Em Portugal, só?! Acho que o Benfica também ganhava umas tacinhas na Europa, coisa pouca, diga-se...
De qualquer maneira, faça uma contabilidade de títulos que o Benfica ganhou até 1974. Chegará a uma brilhante conclusão e, acima de tudo, desmistificará mais um dogma dos "pedrotistas", "pintistas" e restante máquina de propaganda azulada.

De porto, cidade com memória a 07.03.2013 às 16:50

muito bem Dylan, mas se não se importa, faça você essa contabilidade porque é coisa que a mim não me interessa muito. deixo-lhe só duas perguntas:

1) isso quer dizer que na sua opinião os campeonatos ganhos pelo fcp já não são "sujos" porque também foi campeão europeu em 2004 e vencedor da uefa em 2003? gostava também de ouvir a opinião dos outros escribas benfiquistas...

2) no caso de resposta negativa à pergunta acima, está o Dylan disposto a retirar do palmarés do clube os títulos (poucochinhos, imagina-se) ganhos pelo benfica durante a ditadura ?

e para acabar:

"Salazar telefonou a Franco por causa da final da taça campeões entre Benfica e Barcelona. Na catalunha havia muita contestação ao poder central de Madrid e da ditadura espanhola. Salazar avisou que se Barcelona ganhasse podia despoletar outra vez a guerra civil espanhola. Perante tal ameaça e combinando com Salazar, Franco ameaçou diversos jogadores catalães que se vencessem a final, seus familiares seria presos ou mortos. Perante tal ameaça alguns jogadores catalães pareciam não estar em campo, o insólito aconteceu mesmo com o jogador catalão Martí Vergé em marcar um golo estranhissimo na propria baliza que deixou duvidas no estádio. Anos mais tarde reconheceu que sua familia foi ameaçada e que não poderiam sair vencedores desse jogo. - Excerto retirado do livro Cartas entre Franco e Salazar"

acho que esta foi a vossa primeira, certo?

De Dylan a 08.03.2013 às 09:51

Ahahahahaha!

Acho que sim, isso devia ser denunciado à UEFA. O Benfica ganhou graças à mão política e ditatorial. Deviam ser expulsos das competições europeias, esses sacanas! Mas esperem aí: isso não esteve na iminência de acontecer com outro clube português?!...

De queixinhas não a 08.03.2013 às 16:09

a politica da denuncia é certamente um traço que ficou dos gloriosos tempos da outra senhora....

De joaopaulo74 a 05.03.2013 às 16:04

Meu caro, se for ler o meu post poderia perceber que eu queria escrever que o SLB tem 8 finais pela frente. O comentário veio logo com uma linguagem xpto e tal. Que me levou a comentar - repare, com todo esse fantástico passado recente do Dínamo da BCI (30 anos é muito tempo!) - isso não tem qualquer tipo de reflexo no número de adeptos? Isso não o questiona? Quando é que o se clube, nas N vitórias que tem tido, enche um estádio, que não seja o seu ( e mesmo esse tem precisado do SLB para encher!). Não o questiona isso? Será que não percebem que a postura do tipo "queremos lisboa a arder", "todos contra nós" e tal... Não é razoável no clube que, claramente, tem sido o melhor nos últimos anos? Não se interrogam?

Acho que podemos ter aqui um debate interessante se os lugares comuns ficarem do lado de fora.

De madjer8 a 05.03.2013 às 17:59

vou tentar ser sério, nesse interessante debate que se pretende. mas para isso preciso de deixar alguns pontos bem assentes para partirmos de uma base de discussão comum:

1- o JP está mesmo a dizer que a massa adepta do fcporto não aumentou nos ultimos 30 anos? porque se for assim, já não consigo ser sério. basta ver a quantidade de portistas que há a sul do tejo comparado com o que havia... então nas faixas etárias mais jovens, nem vale a pena falar. Algum lisboeta que costume passar por este blog se lembra de ter colegas portistas na escola? é que agora, segundo ouço, há muitos.
2- não questiono que há benfiquistas por todo o lado. é um facto, e terá as suas razões históricas. mas esse também é um mal de que o seu clube sofre, ou não? os problemas com a cobertura mediática em geral, de que os benfiquistas se queixam quando atrapalha contratações e se vangloriam quando dá jeito, não serão também devidos a essa gigantesca massa adepta? e um grande número de adeptos é algo tão importante que se possa e deva tornar no principal motivo de orgulho de qualquer agremiação desportiva? na minha opinião, sim e não. respectivamente.
3- a postura "todos contra nós", que no inicio da presidencia de PdC foi assumida pelo clube, já há largos anos que não mora no Dragão. Não será o Benfica que agora se agarra essa táctica para se vitimizar? quando foi a ultima vez que viu um dirigente do seu clube a assumir a responsabilidade por uma derrota ou um titulo perdido? o discurso não é quase sempre "está tudo contra nós"? eu acho que sim, mas admito estar enganado. mostre-me o vosso "senhorio" que eu tentarei contrapor com os meus exemplos (e dou três pistas: rui gomes da silva, mas há mais...).
4- quanto ao post propriamente dito, e ao meu subsequente comentário, deixe-me dizer-lhe que "Dinamo da BCI" também é uma terminologia xpto e que "clube do regime" é aquilo que na minha terra, que pelo que sei tb é a sua, se chama de responder à letra.
Cumprimentos,

De madjer8 a 05.03.2013 às 17:59

e desculpem lá o lençol.... é o que dá escrever de calcanhar!
:-D

De joaopaulo74 a 05.03.2013 às 23:23

Vamos lá por partes,
eu percebo que tente argumentar com a cantiga do agora somos muitos e os meninos são todos do FCP... Em trinta anos não tiveram tempo de mudar a relação de forças entre o SLB e o FCP? Analise dois dados - as assistências nos estádios (quer em casa, mas MUITO especialmente fora) e, mais evidente ainda, as audiências de televisão, mesmo nos anos (muito mais frequentes!) em que o FCP ganha. No tempo em que a ditadura romena do PC (sou do tempo em que o PC comentou o Steaua e dizia que ninguém, em democracia, poderia ganhar 5 campeonatos seguidos! Pois...) talvez fizesse sentido o Lisboa a arder, a ponte e tal...

Pense nisto, consegue identificar um cântico, cantado esta época pelos adeptos (claques!) que visem, no SLB, directamente outro clube?
Quer que lhe lembre o que se canta no Dragão, mesmo em jogos onde não entra o BENFICA?

Bom, isto tudo para dizer, que, do meu ponto de vista, o FCP não cresceu apesar do sucesso desportivo de modo a combater a dimensão do SLB porque se "une" em torno de algo sempre CONTRA o outro. Quanto aos comentadores pagos à custa do SLB, valem tanto como os do FCP: NADA!

JP

De vamosporpartes a 06.03.2013 às 11:41

primeiro, a questão que menos me interessa que é a do número de adeptos de um clube:
o joão tem de admitir que o benfica leva um avanço jeitoso nesse aspecto, que no futebol a paixão clubistica é uma coisa muitas vezes passada de geração em geração e não completamente relacionada com as vitórias, quero dizer ao fim ao cabo que a historia conta muito (e para não voltar aos lugares comuns mal resolvidos como "clube de regime", repito-me... voces levam um avanço jeitoso).
também gostava que comentasse os problemas que advém dessa condição de colosso mundial, nomeadamente ao nível da cobertura mediática e da sua influência na gestão desportiva de um plantel. acho que nesse aspecto é notório que o fcp sai beneficiado quase todas as épocas...
mas sinceramente, esse é um título que podem exibir tranquilos. ninguém do fcp tem especial orgulho, e muito menos vergonha, de ter o número de adeptos e simpatizantes que tem. são os que são, podem ser poucos mas são bons. querem ser os maiores, sejam. na minha opinião, que obviamente não vincula outro portista, isso só vos faz ter quedas maiores.
continua...

De vamosporpartes a 06.03.2013 às 12:01

a segunda questão que levanta tem a ver com as assistências nos estádios. e eu sei porque é que quer que eu fale especialmente dos jogos fora, porque olhando para os números da assistência em casa dos ultimos 10 anos, e apesar de vocês terem um estádio com quase mais 50% de capacidade que o Dragão, o fcporto consegue rivalizar convosco época após época, ganhando inclusive em várias delas. mas adiante, eu aceito o seu desafio. vejo isso relacionado com a questão anterior, do número de adeptos e da sua distribuição geográfica. a base de apoio do fcp é muito mais regional, quase bairrista. mas isso também nos deu uma garra, uma vontade, uma mistica, de lutar, lutar sempre, que foi condição necessária para ultrapassar complexos que existiam de clube pequeno (é a tal historia do inimigo externo, do norte contra o sul, da região contra a capital, do david contra o golias. um mind game do pinto da costa e do pedroto feito há 30 anos, como forma de motivar o clube a superar-se, e conseguiram), e que agora é uma vantagem enorme para o fcp. ao nivel da força anímica, quero dizer.
como lhe disse, acredito que os tais 30 anos, ou seja uma geração, pode ser o suficiente para alterar a do fcporto até níveis semelhantes aos vossos. por enquanto ainda é muito nos centros urbanos, mas já se vê muitos adeptos do FCPorto em setúbal, em coimbra, onde antes não havia ninguém.
mas, não me custa nada admitir que a onda vermelha é uma das coisas que muitas vezes vos leva a ganhar campeonatos. desde que o JP também admita que essa onda vermelha, que não ocorre apenas nos dias dos jogos, é essencialmente um fenómeno exterior às quatro linhas...

De joaopaulo74 a 06.03.2013 às 14:18

Sim, claro que o BENFICA leva um enorme avanço e também não me custa nada admitir que o Porto recuperou terreno. O meu ponto, desde o início é: ao sucesso desportivo do FCP não correspondeu o crescimento em número de adeptos. O ser ou não urbano, repito, não se nota nos jogos fora do FCP que são "sempre" em locais urbanos. Quanto aos jogos em casa, 50 mil para 65 mil está longe de ser 50%, mas ok, concordo, as vitórias têm permitido, em casa, boas assistências. Mas, o potencial de crescimento é quase zero, isto é, o FCP está (esteve?) no máximo, enquanto o SLB leva 10 anos de crescimento... é ainda um bebé.

E, claro, ninguém colocou em causa a qualidade dos adeptos - num lado e noutro há gente boa e gente má.

JP

De joaopaulo74 a 05.03.2013 às 23:26

" e ao meu subsequente comentário, deixe-me dizer-lhe que "Dinamo da BCI" também é uma terminologia xpto e que "clube do regime" é aquilo que na minha terra, que pelo que sei tb é a sua,"

Claro que o dínamo da BCI é um comentário irónico, mas o centro do post não era, claramente esse. Quanto "à minha terra", se o diz... :)

JP

De vamosporpartes a 06.03.2013 às 12:18

para acabar, deixe-me sossegá-lo que não sou nenhum "stalker" furtivo, nem um adepto fanático e violento, pelo que pode dormir descansado. é que acho que o JP é de VNGaia porque acho que o JP também escreve noutro blog, nomeadamente o Aventar, e lá já referiu ser de ou viver em VNGaia. mas posso estar a confundir pessoas.
ultima parte, portanto: é um facto que não fica bem, o cântico que refere, e que provavelmente é um resquício da estratégia anteriormente referida do inimigo externo e que tão bons resultados teve. não nos vamos esquecer que o fcp é o clube portugues com mais títulos oficiais de futebol profissional. em 30 anos.
e depois também não é preciso dramatizar, eu vejo a questão com algum humor: nós portistas sabemos que vocês estão a ver todos os jogos do porto à espera do nosso deslize. sabemo-lo, porque já estivemos como vocês estão agora, décadas a ver os outros a ganhar tudo, dentro de portas e na europa, e era isso que nós fazíamos também. rezávamos pelo vosso delize, pela nossa oportunidade. ora, sabendo isso as claques do fcp dedicam-vos cada golo que marcamos, ou cada vitoria, não sei exactamente quando é que cantam a musica... o cantico é um pouco rude, mas se pensarem bem é coisa para se sentirem mais ou menos "elogiados".

De joaopaulo74 a 06.03.2013 às 14:21

Quanto a ver esse tipo de jogos, confesso, que não! Tenho outro tipo de preferência quando quero ver futebol. Deslizes dos adversários? Claro - sou do Estoril desde pequenino e prometo que na próxima semana mudo a minha preferência. E até a pensar nisso quero muito que passem o Málaga - quero-vos ocupados ehehee

JP

De joaopaulo74 a 06.03.2013 às 14:22

Ah. Esqueci-me. Sim, o JP do Aventar sou eu :)

De Dylan a 05.03.2013 às 11:14

Este pensa que está a falar nos gloriosos tempos em que a equipa dele jogava na Maia na condição de visitante com quase todos os adversários. O amigo Oliveira adorava...

Vá lá ler o post outra vez, se fizer o favor.

De se bem me lembro a 05.03.2013 às 18:29

uma pergunta só Dylan: quando o benfica defrontava esses clubes na condição de visitante também o fazia nesse estádio municipal? é que segundo me recordo, as equipas que lá jogavam (se bem me lembro, todas do distrito do porto ou muito próximo disso. não consegui encontrar registos na net...) faziam-no contra os "três grandes". ou seja, a explicação das receitas de bilheteira era credível porque se tinha o cuidado de manter o jogo próximo dos adeptos do clube visitado e também de assegurar alguma equidade entre os clubes que mais vezes estão em disputa do título nacional. quer mesmo comparar esse caso com a mudança do jogo à ultima da hora do Estoril para o Algarve, a mais de 300 quilómetros de distância e contra a vontade expressa de adeptos, equipa técnica e jogadores do Estoril?

De Dylan a 07.03.2013 às 16:43

"contra a vontade expressa de adeptos, equipa técnica e jogadores do Estoril?"

Segundo rezam as crónicas da altura, a receita daquele jogo no Algarve foi mais proveitosa para o Estoril do que em toda a época. Para uma equipa condenada à descida, com problemas de tesouraria, não estou a ver em que a vontade de adeptos, equipa técnica e jogadores se sobreponha à da Direcção.

Por outro lado, certamente será mais conveniente viajar do Porto à Maia do que de Lisboa à Maia. Existe uma coisa que se chama desgaste e que pesa ao longo de épocas consecutivas.

De cansado a 07.03.2013 às 17:09

estou com dificuldade em encontrar as declarações dos jogadores e dos adeptos estorilistas nos jornais desportivos da altura (das quais me recordo), mas tenho quase a certeza que o Estoril não estava ainda condenado à descida nessa época como o Dylan diz. E também sei que a grande maioria dos pontos que conseguiu nesse ano foram no seu estádio. Mas adiante, que nesta história a parte que cheira pior é a do José Veiga administrador da SAD do Benfica ser à altura o accionista maioritário da SAD do Estoril. Quem é que se costuma preocupar mais com os resultados financeiros do que com os desportivos? os accionistas pois claro, e mais não sinto ser necessário dizer sobre este assunto....
Volto ao assunto do municipal da Maia: mas o benfica não teria sempre que fazer a viagem de Lisboa ao distrito do Porto para jogar com a equipa em questão?? Juro-lhe que não estou a compreender o seu ponto acerca do desgaste...
Para logo à noite, e no espírito do teatro anglófono, muitos desejos de que "partam uma perna"! :-D

De Daniel João Santos a 04.03.2013 às 22:33

muito bem!

De Eu a 19.05.2014 às 22:02

8 marés vermelhas? quando vi este título só pensei nas 8 derrotas do SLB em finais de provas da UEFA..., afinal era outra coisa...

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

  • Benfica

  • Porto

Últimos comentários

  • Anónimo

    Ao contrário do jogo contra o Braga o Vídeo- Arbit...

  • manuel costa

    Deixo aqui um alerta para os ovos contaminados no ...

  • Eduardo Louro

    Também concordo, Joana.

  • Joana

    Concordo! No entanto, como benfiquista, posso afir...

  • Anónimo

    ManostaxxO creme facial personalizado de 5 mil eur...