Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dia de Clássico

MENU

Platini, a desculpa esfarrapada.

Renato Seara 6 Abr 12

Vi os dois jogos da eliminatória que opôs um conjunto de jogadores em pré-reforma, contra a melhor equipa do mundo e arredores. Diz a história recente, que quando a melhor equipa do mundo e arredores vê os seus jogos arbitrados, não por um Gomes, um Lucílio ou por um Ferreira, o resultado normalmente salda-se por uma derrota. O cenário acentua-se com árbitros estrangeiros, nada pressionados ou impressionados pelo que é dito e escrito por uma opinião pública tendenciosa, execrável e ordinária. Esses árbitros limitam-se à sua função: arbitram. Expulsam jogadores por entradas assassinas (como aquela que motivou a expulsão do melhor defesa direito do mundo e arredores) e assinalam penaltis sempre que vêem um sarrafeiro intocável em Portugal, a atropelar um jogador adversário dentro da sua área. Coisa impensável por cá. 

 

A melhor equipa do mundo e arredores, jogou bem neste segundo jogo e teve um motivo de queixa do árbitro no jogo da primeira mão (o penalti cometido por Terry), mas, bem vistas as contas eu convido o leitor a contar, de forma imparcial, quantas oportunidades claras de golo tiveram as duas equipas no total das duas mãos. Pelas minhas contas, o saldo é favorável aos pré-reformados, que em 180 minutos, por apenas 10 min. se sentiram ameaçados pela melhor equipa do mundo e arredores. Aliás de tão ameaçados e amedrontados pelo azar que o sorteio lhes proporcionou, o treinador do Chelsea decidiu na 1ª mão lançar um jogador que não atuava à mais de 5 meses (Paulo Ferreira) para controlar os movimentos do melhor extremo do mundo e arredores. De tão ameaçados que se sentiram, que os seus dois melhores avançados Drogba e Sturridge, limitaram-se a um mero aquecimento de 5 min., cada um, em cada jogo. Essien esse nem sequer aqueceu. 

 

Mais do que culpar os Platinis, talvez seja bom que os adeptos do melhor clube do mundo e arredores, retirem de uma vez por todas as palas que lhes toldam o raciocínio e que percebam de uma vez por todas que a protecção de que dispõe em Portugal, perde-se assim que o avião cruza a fronteira. Lá fora joga-se de igual para a igual. Premeiam-se os melhores, daí que internacionalmente o meu Porto tenha mais títulos que o melhor clube do mundo e arredores. Daí que internacionalmente desde a década de 60, outros se escudem nas arbitragens (que tanto jeito lhes deram ou já se esqueceram da mão do Vata?) para justificarem a sua já crónica incompetência.

 

18 comentários

De Grilo Falante a 06.04.2012 às 14:31

Subscrevo na íntegra!

De Renato Seara a 07.04.2012 às 11:47

De Daniel João Santos a 06.04.2012 às 19:51

Fascinante. Quando o Porto foi campeão europeu e o dito senhor não gostou nada, tendo mesmo afirmado que não queria o Porto como campeão europeu, indo buscar aquelas historias da fruta, aposto que espumaste de raiva e agora está tudo bem.

De Renato Seara a 07.04.2012 às 11:46

O que Platini diz ou faz, pouco influencia os desfechos dos jogos do campeão, uma vez que o Porto habituou-se em Portugal à ideia de ter que jogar sempre 10 vezes mais que o adversário para poder ganhar.

Daniel, o Benfica marcou apenas um golo em 180 min., manifestando uma falta de eficácia que aquele nível se paga muito caro. Relativamente aos árbitros, eu vi à uns anos atrás o meu Porto ser afastado das meias finais em Munique com uma arbitragem miserável de um senhor que nunca mais esqueci o nome Hugh Dallas. O Jardel nesse jogo sofreu 5/6 penaltis, pelo que isto vem de antes do Platini. Portugal, Holanda, etc, são países menores nestas competições, sempre o foram e sempre serão, pelo que em caso de dúvida já se sabe, beneficia-se o inglês, francês e alemão.

De Zacarias Alfeno a 07.04.2012 às 21:22

Permita-me uma pequena correcção: penso que nesse ano, em Munique, o FCPorto foi afastado nos quartos de final, não nas meias.
Mas sim, lembro-me como se fosse hoje. 4 penalties a favor do FCPorto, e o golo do BM nasce duma "falta" do Jardel sobre o Thomas Linke, um escândalo inenarrável!

De Zacarias Alfeno a 06.04.2012 às 20:16

Só mesmo uma mente usurpada por uma patologia menorizante pode ver neste post algum elogio ao proxeneta francês. A única coisa que vos é transmitida nestas palavras é que deixem de lado as vossas desculpas esfarrapadas, e é se querem ter alguma hipótese de rivalizar com o maior clube português, o clube mais forte que alguma vez já existiu em Portugal, clube da terra que tem, no seu nome, dependurado o nome do nosso país, clube do povo trabalhador e humilde que é a gente do norte, do Porto, genuína, pragmática, que não se desculpa, que não é pequenina de espírito. Meus amigos, a vossa necessidade pueril de festejar derrotas em quartos de final, falando constantemente no nome do maior clube português da actualidade, é sintomática da vossa pequenez, da vossa miséria espiritual e da vossa desonestidade intelectual.
No FCPorto, quando perdemos nos quartos de final, ninguém fica orgulhoso, ninguém se acha o maior. Isso para nós não chega, não presta, nós só sabemos ganhar, e ganhamos contra todas as adversidades que nos são colocadas por uma comunicação social vilipendiada da mais reles forma possível, controlada outrora pelo vosso fascismo, hoje em dia por outros lobbys que vocês alimentam. Ganhem vergonha nessa cara, ganhem testículos de Homem e sejam pessoas melhores.

De Daniel João Santos a 06.04.2012 às 22:08

respire e tenha calma. Acredite que está quase.

De Renato Seara a 07.04.2012 às 11:50

Não sejas assim, porque o Daniel está quase convertido. Mas, claro está, quando perdemos com o Man Utd. de Ronaldo e companhia, não arranjamos contrariamente aos lampiões bodes expiatórios. Mas, isso é o que nos torna diferentes e melhores. Os 6 triliões de adeptos são pouco exigentes.

De Daniel João Santos a 07.04.2012 às 12:56

não estou quase convertido, estive foi quase a apagar o comentário insultuoso do comentador que tem por habito achar que isto é uma taberna.

De Zacarias Alfeno a 07.04.2012 às 14:39

Tendo em conta o regime do coração do seu clube, admira-me que não ponha, de facto, em prática esse lápis azul. Algo típico de quem apoia regimes totalitários. Quando aparece alguém a dizer as verdades de forma directa, as verdades inconvenientes, ficam nervosos e começam a ameaçar calar quem disser algo contra eles. Nada a que não estejamos todos habituados.

De Daniel João Santos a 07.04.2012 às 15:07

Vamos lá ver se entende de uma vez por todas. Nunca cortei qualquer comentário a ninguém. Ando nisto desde 2007 e nunca fiz tal coisa. Nunca defendi qualquer regime totalitário, muito longe disso. Aceito discutir ideias, aceito ler verdades, mas não aceito insulto. Aceito que me critiquem, que digam o que quiserem, desde que isso não seja um ataque pessoal. Aqui, como na vida lá fora, existem normas de saudável convivência entre pessoas normais. Quem insulta dizendo que isso são argumentos só me deixa duvidas sobre a capacidade que têm de debater alguma coisa na vida. Por exemplo, eu e o Renato já jantámos juntos, trocámos ideias e visões diferentes de vários assuntos, aqui e num outro blogue onde estamos convivemos saudável e de forma civilizada.
Nos vários blogues que tenho os comentários estão abertos e por muito estúpidas que sejam as observações que ali se colocam, nunca os fecharei. Tenho apenas a certeza que existe um limite para tudo e esse limite anda perto.

De Zacarias Alfeno a 07.04.2012 às 16:38

Foi dos primeiros comentários realmente racionais que já observei aqui, e subscrevo-o completamente.
Eu tenho plena consciência do exagero que coloco nas minhas palavras, porque o faço, de facto, propositadamente. Não acredito necessariamente em tudo o que já aqui escrevi, ou pelo menos não acredito da forma taxativa que por vezes possa fazer passar, repito, propositadamente.
Mas, já agora, conto o resto da minha verdade. Eu não sei se os senhores benfiquistas que aqui vão escrevendo também acreditam no que dizem. É que a dada altura, tamanhas são as barbaridades que vos vejo defender e tamanha é a demagogia e treta reles que tantas e tantas vezes já vos vi aqui a defender, que seria completamente inútil da minha parte tentar escrever algo minimamente lógico e minimamente racional perante tamanhas calamidades ditas com a convicção infantil do miúdo que acredita mesmo naquilo que está a dizer. Confesso que acabo por me esforçar e por dar algumas asas à imaginação, e a tentar perceber que tipo de raciocínio perverso é que vos fez chegar a esta ou àquela conclusão, e aplico o mesmo no meu discurso, só para vocês perceberem mais ou menos o que vocês próprios estão a fazer.
Fora isso, um bem haja a todos.

De Daniel João Santos a 07.04.2012 às 17:38

estamos em sintonia então. Um bem haja para si e vamos então seguir em frente com as nossas picardias.

De manuel gouveia a 06.04.2012 às 23:40

O Platini já conhece a fruta portuguesa... deve ser isso.

De Renato Seara a 07.04.2012 às 11:52

Não sejas assim Manuel, aprende a perder.

De Dylan a 07.04.2012 às 00:58

"O esloveno Damir Skomina decidiu bem os dois lances mais polémicos - o penálti de Javi García e o segundo amarelo a Maxi Pereira -, mas foi de um caseirismo quase pornográfico, em especial na primeira parte, a inclinar o campo a favor do Chelsea. A diferença de critério na aplicação dos amarelos chegou a dar vergonha alheia; Obi Mikel, por exemplo, ainda deve estar a pensar como é que esteve 79 minutos para ver um amarelo! Jornal "O JOGO"

Quando o pasquim azulado diz isto não é preciso dizer mais nada!

Mas concedo, "desta já nos livrámos", desculpa-se o outro...

De Renato Seara a 07.04.2012 às 11:51

O dono desse pasquim anda a negociar direitos televisivos com o homem dos pneumáticos brancos. Daí que essa análise estapafúrdia não me espante.

De Carlos Caio a 15.06.2012 às 23:14

Meus caros a minha opinião é que não se devia perder tempo, nem escrita a falar desse platini. Um monte de qualquer coisa indefinida como esse, que fala que o FCP jogou com mais jogadores Estrangeiros que Portugueses e se cala quando no ano anterior um clube Italiano ganhou a taça sem um só jogador italiano, não merece que se perca um segundo que seja com esse monte de qualquer coisa indefinida.

Comentar post

Pesquisar

Pesquisar no Blog

  • Benfica

  • Porto

Últimos comentários

  • Eduardo Louro

    Também concordo, Joana.

  • Joana

    Concordo! No entanto, como benfiquista, posso afir...

  • Anónimo

    ManostaxxO creme facial personalizado de 5 mil eur...

  • Anónimo

    ManostaxxO creme facial personalizado de 5 mil eur...

  • Dedetê

    O Vieira armou-se em Corrup(in)to da Costa e quis ...