Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dia de Clássico

MENU

Os últimos dias que se seguiram ao clássico do Dragão têm vindo a espoletar algo que considero muito grave. Tal como diz o ditado "mais vale cair em graça do que ser engraçado", esta ideia chauvinista e perigosa de virem a público em programas desportivos trocar o nome do treinador do Porto de forma persistente e inusitada tem que ser alvo de apreciação. Com certeza que o Manuel não gostaria de ser o Sarrel Manão e consequentemente ver o seu trabalho no estrangeiro ser enxovalhado em público. Como é óbvio todos são livres de opinar (ainda bem). Porém, parece nascer em Portugal uma espécie de chauvinismo anti Lopetegui, facto que é reprovável. António Oliveira (respeitável jogador e treinador) terá sido vítima de um fenómeno idêntico quando foi treinador do Bétis de Sevilha durante uns dias. Mas isso esquece ele agora quando vem igualmente à troika de ataque deixar um memorando vergonhoso e deselegante sobre o treinador basco. Queira o senhor Anteira Olivónio saber que os portistas também têm memória, o que poderá vir a ser significativo para eventuais futuras pretensões do mesmo no grande Futebol Clube do Porto. Sejam construtivos entre portistas! Hélder Rodrigues

Pesquisar

Pesquisar no Blog

  • Benfica

  • Porto

Últimos comentários

  • jac

    "este foi um campeonato ferido na verdade" - os do...

  • Renascença...

    Quem diz que a Rádio Renascença é uma rádio públic...

  • Eduardo Louro

    Triste e anónima forma de expressar o mau perder. ...

  • M.C

    Um adepto de um clube por onde passaram jogadores ...

  • Anónimo

    Um clube que tem um jogador (Pizzi) em risco do 5º...