Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dia de Clássico

MENU

Histórias da carochinha

Eduardo Louro 1 Fev 13

O Sporting falhou o 31 de Janeiro. Tinham contratado - pela conversa de Godinho Lpoes - meio mundo. Para todas as posições, do bom e do melhor... Só para a frente eram três - estiveram a ganhar 3-0, dizia Jesualdo -  mesmo que um deles fosse Niculae, que há mais de uma dúzia de anos por lá andou.  Por lá passou uns anos, até que, quase sempre lesionado, foi posto a andar. Mas agora, com uma dúzia de anos em cima, terá certamente esses problemas resolvidos...

Percebia-se que o Godinho Lopes apostava tudo neste mercado de inverno. Para que os reforços não falhassem, para que o fossem mesmo, seguiu uma estratégia, no mínimo, brilhante: enfraqueceu previamente a equipa! Baldou os melhores jogadores. Assim não falharia...

Para melhor gerir as expectativas dos sportinguistas deixou tudo para o último dia... Mesmo para a última hora! Mas - azar dos azares - os tipos da Assembleia Geral deram uma conferência de imprensa e lixaram tudo. Mesmo a levarem com ovos em cima, num autêntico hino ao "no Sporting somos diferentes"...

O Kleber, por exemplo, já estava em Pedras Rubras, a entrar para o avião. Mas ao ver aquela conferência de imprensa na televisão, voltou atrás. O Niculae até já estava em Lisboa, só lhe faltava assinar. Mas, mesmo que fosse já o seu terceiro clube na época - coisa que nem é permitida -, ao ver aquilo, recusou-se!

Podia sempre ter ficado com o Nolito e com o Kardec. Mas não quis! O presidente do Benfica bem se esforçou, mas ele nem o telefone lhe atendeu. Afinal deve-lhes um pedido de desculpas. Publicas. Por mim, pensava que fosse por lhe ter chamado aldrabão. Mas não foi nada com ele, o ofendido foi Luís Duque!

Godinho Lopes até pode achar que convence os sportinguistas com histórias destas. Ele lá os conhece...

A mim só me importa saber se já pagou as cadeiras que incendiaram vai já para dois anos! 

CIRCO EM ALVALADE

Eduardo Louro 20 Dez 12

 

O Sporting apresentou Jesualdo Ferreira: o novo treinador, apresentado como manager!

No meio de tanta incongruência dificilmente poderia ser apresentado como outra coisa, mas é do novo treinador que se trata.

Apesar da excitação não passa de mais um novo treinador e de mais um coelho que Godinho Lopes tira da cartola… Certamente o último!

Os mais crentes – sim, o clubismo é mais que uma religião – acham que Jesualdo é Jesus, o Messias, por que há tanto suspiram. E deixam-se invadir por uma onda de excitação que os ventos que correm em Alvalade, paradoxalmente, até podem justificar.

Não me agrada nada o papel de desmancha-prazeres. Mas não posso deixar de avivar a memória dos mais entusiasmados, referindo que Jesualdo teve sucesso no Porto, onde chegou em circunstâncias invulgares, se bem estamos lembrados. Neste Porto das últimas duas décadas onde, como há muitos anos Mário Wilson (já não há gente desta humildade) disse do Benfica, qualquer um se arrisca a ser campeão. Ali, não importa agora como nem porquê, todos os treinadores são bem sucedidos. Até o Vítor Pereira!

Antes, fora um desastre no Benfica – o treinador das duas piores classificações: o sexto lugar que nos envergonha, de 2000-2001, ano do título do Boavista, e o quarto da época seguinte, no último título do Sporting – e, no Braga, um dos treinadores de menor performance da nova era de Salvador, onde Jesus, Domingos e Leonardo Jardim se encarregaram de reduzir os seus resultados à simples dimensão de suficiente. Depois … bem, depois foi o desastre no Málaga, onde se não aguentou mais de três meses. Uma equipa que o seu substituto – Manuel Pellegrini – levou à Champions, onde acaba de se apurar em primeiro lugar no seu grupo, sem qualquer derrota, mesmo depois da sangria – o sheik do dinheiro deu à sola - do último Verão. E viu-se grego no Panathinaikos, de onde acabou de ser despedido, para se oferecer ao Sporting, ao mesmo tempo que desenterrava o velho tema dos túneis. Um tema que, para ele, era dois em um: mitigava o seu último inêxito nacional, e com ele todos os que lhe sucederam, e entrava directamente por uma das portas de afronta ao Benfica. Sabendo qualquer uma é a porta 10 A para entrar em Alvalade!

No seu discurso de apresentação começou por exaltar o Sporting como um clube diferente. Exactamente como eles gostam de dizer. E mais ainda de ouvir! E quase ia dizendo que era sportinguista desde pequenino. Vá lá, segurou-se a tempo…

Ouviu-se da boca de um dos portistas residentes num desses múltiplos programas que as televisões dedicam ao confronto clubístico que, no meio da tertúlia azul e branca, alguém terá perguntado ao Jesualdo o que é que ia fazer para o Sporting. E que a sua resposta terá sido: “pagam-me; enquanto me pagarem estou lá”…

Confesso que a última coisa que me apetecia agora era atirar com água gelada para cima dos sportinguistas. Juro que não quero mais nada que pôr alguma água na fervura. Que alguma ordem chegue ao circo que Godinho Lopes armou ali à entrada do Lumiar!

Mas desconfio que o tipo que está ligado à pior classificação de sempre do Benfica (e à pior do Porto neste século, a par de Octávio, também de boa memória em Alvalade) não deixará de fazer menos no Sporting… 

Incompetência

Eduardo Louro 9 Dez 12

 

Não há paciência para as manobras de diversão do Sporting. Há muito que é assim, mas nesta gerência de Godinho Lopes ultrapassam-se todos os limites. Provavelmente para tapar toda a vasta incompetência que vem sendo notória e evidente!

Agora, e depois de tentarem fazer deste jogo com o Benfica o jogo mais importante da sua história, vêm criar o caso do adiamento do jogo. Depois de o abrir com o anúncio da decisão de não comparecer no jogo à hora marcada, depois de, a seguir, ser o seu treinador a dizer que não era necessário adiamento nenhum e depois de meter os pés pelas mãos em mais um mar de incompetências, vem responsabilizar o Benfica pelo não adiamento do jogo por parte da Liga Portuguesa de Futebol. E lançar mais uma série de atoardas sobre o presidente do Benfica!

Para levar a cabo esta estratégia incendiária com que Godinho Lopes acha que segura a sua liderança, conta com a legião de comentadores espalhados pelos media que não se inibem de lançar mais e mais areia para os olhos … dos sportinguistas.

Há apenas um ano incendiaram as cadeiras do Estádio da Luz, sob a batuta daquele dirigente exemplar que faz depósitos nas contas dos árbitros. Desta vez, em Alvalade, incendeiam o jogo. Com a incompetência de sempre!

Pesquisar

Pesquisar no Blog

  • Benfica

  • Porto

Últimos comentários

  • Anónimo

    O Benfica vai defender a sua inocência nos sítios ...

  • Dylan

    O Benfica vai defender a sua inocência nos sítios ...

  • Anónimo

    É pena também que hoje não haja mais "Marinho Neve...

  • Eduardo Louro

    OK. Não há mal nenhum em insistir.Um abraço para s...

  • Anónimo

    Ok, esqueçamos o pseudo pênalti mas eu troco na me...