Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dia de Clássico

MENU

Os renegados

Dylan 18 Nov 17

POLVO.jpg

O Benfica é um clube extraordinário: permite que uma pessoa insolvente publique um livro, mesmo falando mal do emblema, de modo a ajudá-la a pagar o que deve! Enquanto o credor esfrega o olho, perdão, as mãos, escreve-se um livro baseado em correspondência electrónica roubada. O "Zé Cabra" da escrita aliou-se a um blogueiro doutorado em História mas parecem renegar factos passados, por isso eu sugiro um título para a 2ª edição do livro que acabe com tanto puritanismo: "Fruta para dormir, rebuçado e café com leite", "A creolina nos balneários", "O Famoso Guarda Abel", "Mandei um árbitro para o Brasil", "Fuga para Vigo", "Uma aventura no Centro de Treinos dos Árbitros e na casa de suas famílias",  "Largos dias têm quinhentinhos", "Sabes que o melhor está para vir quando te sentares num tribunal", e "Sei o que tens feito há mais de trinta anos"! 

Telhados de vidro

Dylan 16 Nov 17

Broken_glass.jpg

Depois do "funcionário do ano" ter divulgado emails mencionando a suposta existência de uma rede de influência do Benfica sobre estruturas de decisão do futebol para influenciar a arbitragem em Portugal, sabe-se agora que também o director-geral do FC Porto está a ser investigado por "factos susceptíveis de integrarem o crime de corrupção no fenómeno desportivo". O ditado nunca falha: "quem tem telhados de vidro não atira pedras ao do vizinho". Por outro lado, gostava de ver a reacção dos caçadores de bruxas do futebol português, aqueles coscuvilheiros e justiceiros da Internet dos tempos modernos que pirateiam criminalmente correio electrónico privado deturpando-o e publicando-o fora do contexto, bem como o destaque dado por alguma comunicação social que participa neste voyeurismo e só rasga as vestes consoante a cor da camisola do clube. 

Habemus tetra

Dylan 15 Mai 17

habemus.jpg

 

Nunca a expressão dos três "F´s" fez tanto sentido como no Sábado passado. A visita do Papa, a vitória de Portugal no festival da Eurovisão e o tetracampeonato do Benfica mexeram com as crenças e a auto estima dos portugueses. Uns saltaram por Jonas, uns rezaram por Francisco e outros berraram por Salvador. Que me perdoe o cantor mas eu não posso amar pelos últimos dois. Que me perdoe o Papa mas as minhas preces foram somente para a canonização do Jonas, a minha fé só dava para o "tetra e seis". Peço apenas uma última aparição, um milagre para todos os "cegos" enxerguem que o Benfica afinal é um justo vencedor desta Liga e é imune às queixinhas, à inveja e ao despeito.

Temos campeonato.                                                                                                       Na jornada dos 1 a 1, o FCP e o SLB cumpriram com as suas obrigações e o festival continua. Na semana em que Vitória bate o record de Jimmy Hagan e que é nomeado para um dos melhores treinadores da actualidade {risos do autor desta crónica}, o SCP marca passo em casa com o mesmo Tondela que travou o FCP.

Todavia, este empate teve direito a descontos à Benfica como no jogo da Taça com o 1º de Dezembro e assim se aquistam pontos que podem ser determinantes no fim do campeonato. 

A propaganda continua. O Jardel continua com dores de dentes que o impedem de fazer assinaturas, os Suecos continuam com uma bela impressão do cumprimento de contratos do Benfica e o Jonas que, 15 dias depois de uma operação foi jogar na jornada após o empate caseiro com o Setúbal, parece que apanhou uma infecção. 

Todavia, já ninguém se lembra da goleada em Nápoles e das duas faltas claras que antecederam o segundo golo em Kiev. As TV não mostraram, mas Nelson Semedo empurrou o lateral do Dinamo e, na sequência, Salvio domina a bola com o braço antes de fazer o cruzamento. Um aplauso para todos aqueles que omitiram esse momento nos resumos e nos comentários. Mostraram um elevado grau de compromisso parcial pro benfiquista. 

Já o meu FC Porto lá vai com os altos e baixos que o caracterizam este ano, mas aquele golaço de Brahimi foi paradigmático e importante para aqueles que abandonam o Estádio aprioristicamente. Há que apoiar até ao fim. Este campeonato vai ser disputado até ao fim e para isso não é preciso fazer nenhum desenho.

O segredo será transcender as acções em deterimento das palavras ou das representações icónicas.

Lembrem-se que o próximo jogo no Dragão, após a difícil visita aos sadinos, será com a última equipa a derrotar o SLB na Luz para o campeonato: o FCP! Este jogo será muito importante para a afirmação deste Porto como um sério candidato ao título.

 

Quanto a outras efemérides, melhores dias virão!

 

Força, Porto!

Hélder Rodrigues

Hlife4067.jpg

 

Em frente

Daniel João Santos 13 Set 16

O Benfica empatou. Não empatou por culpa do árbitro ou porque o adversário foi capaz disso. O Benfica empatou porque as substituições foram no mínimo péssimas.  Aquela substituição do Fejsa, a não ser que estivesse lesionado,  não lembra a ninguém. 

Fica mais difícil, mas nada está perdido. 

Pesquisar

Pesquisar no Blog

  • Benfica

  • Porto

Últimos comentários

  • Eduardo Louro

    OK. Não há mal nenhum em insistir.Um abraço para s...

  • Anónimo

    Ok, esqueçamos o pseudo pênalti mas eu troco na me...

  • Eduardo Louro

    Só um pequeno reparo ao seu reparo: não era com am...

  • Anónimo

    Só um pequeno "grande" reparo, a falta do Felipe d...

  • carolina

    A partir de agora os árbitros azuis Portugueses de...