Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

28
Jul13

O fim do monopólio

Dylan

 

Parece que o pequeno canal de televisão do Benfica começa a provocar pruridos em muita gente a partir do momento em que inclui a transmissão dos seus jogos em casa, preparando-se para fazê-lo com outros clubes, rompendo com a situação dominante no mercado audiovisual. Eles bem acusam dizendo que o Benfica vai sonegar imagens comprometedoras, eles criam um canal "low cost", coisa que nunca fizeram num monopólio de quase 30 anos de existência. Eles bem berram dizendo que "há conflito de interesses", estranhando eu que só agora se tenham lembrado disso, quando no passado o dono dos direitos televisivos em Portugal ditava as leis do futebol português, que se dava ao luxo de escolher o local dos jogos para serem televisionados, que possuía uma agência de viagens a que todos os clubes recorriam e que detinha participações sociais em diversas sociedades anónimas desportivas.

26
Jul13

Museu do Benfica

Eduardo Louro

 

É hoje inaugurado o museu do Benfica, a que foi atribuído o nome de Cosme Damião, um dos fundadores deste que é um dos maiores e mais históricos clubes do mundo, a 28 de Fevereiro de 1904.

É uma promessa eleitoral de Luís Filipe Vieira, e mais um marco que prestigia e honra o nome do Benfica. E um espaço com 4 mil metros quadrados, distribuído por três pisos e 29 áreas temáticas, cujas obras (de adaptação do stand de automóveis) se estenderam por mais de um ano, um ano e três meses.

Constitui mais um motivo de orgulho - e uma das poucas boas notícias dos tempos que correm - para os benfiquistas, e estará aberto ao público a partir da próxima segunda-feira.

24
Jul13

Falta de entusiasmo

Eduardo Louro

A nação benfiquista não anda feliz. Nota-se por todo o lado, até por aqui!

Nunca fizemos, nós os benfiquistas desta vossa casa, uma ausência destas. Nem nada de parecido…

Pela minha parte, depois de expressar os meus pontos de vista relativamente à renovação de Jorge Jesus, e de ver que, quem manda, mandou de forma diferente; e depois de denunciar a imprudência da contratação daqueles sérvios todos e o perigo de um novo conflito balcânico, agora em pleno balneário do Seixal, achei por bem meter a viola no saco.

Tirei-a agora porque também não é preciso exagerar. É que, para além de, também eu, não andar muito feliz, também não estou amuado. Não sou de amuar…

Mas também não posso deixar de dizer que não estou nada entusiasmado com este defeso. Não estou nada entusiasmado com as contratações. Não me parece que os dois laterais que vieram emprestados nos tirem o pé do lodo. Não há defeso sem negócio com o Atlético de Madrid, e não há negócio com o Atlético de Madrid que me convença. Bem sei que também não aplaudi o do ano passado e que, depois, dei a mão à palmatória. Corro o risco de o voltar a fazer, mas nem isso me impede de continuar a desconfiar desses negócios que se repetem todos os anos…

Não gosto nada de ver partir todos os miúdos que por lá cresceram. E que de lá saem - por sucessivos empréstimos ou por simples descarte, sem honra, nem glória, nem dinheiro – sem que nunca lhes tivesse sido dada uma verdadeira oportunidade. Foi o Miguel Vítor, que depois de empréstimos e mais empréstimos, disse adeus a treze anos de Benfica. Foi o Miguel Rosa, que, ou muito me engano, ou tem tudo para merecer ter futuro na equipa. Foi o Nelson Oliveira que, ou muito me engano, ou perdeu já todo o futuro que chegou a ter. Já só ficam o André Gomes - pelo que se viu na época passado, sem grandes oportunidades também – e o André Almeida, que nunca poderá evoluir sendo apenas utilizado como pau para toda a obra.

Nem gosto de ver a incompetência que criou o caso Cardozo. Um assunto que reclamava tratamento por pinças, com muita competência. Mas não, na primeira oportunidade que teve para falar, Jorge Jesus arrumou logo com o assunto: “comigo não joga mais”! Pode ser que aos cinco para a meia-noite de 31 de Agosto, os turcos apareçam a oferecer pouco mais de metade do que até agora ofereceram. Mas, claro, há sempre o Atlético de Madrid: os amigos são para as ocasiões…

Também não gosto de ver o Carlos Martins na equipa B. De castigo!

O Carlos Martins da época passado é o mesmo de sempre. É e sempre foi assim, instável e irregular. Não era ele que devia estar de castigo. De castigo deveria estar quem lhe renovou o contrato!

Não sei se será por estas razões que a nação benfiquista não anda feliz. Mas estas são razões suficientes para que eu não ande lá muito entusiasmado…

 

14
Jul13

Um Porto à Lagareiro!

helderrod

No jogo com o Marselha foi possível aferir da consistência do meu Porto. Não obstante a expulsão (a qual poderia ter sido evitada atendendo à natureza do jogo), assisti a momentos de muita qualidade principalmente no miolo. Josué revelou-se como uma excelente alternativa, Defour e o seu passe a rasgar marcaram presença, Carlos Eduardo regular, Herrera (um 10)...e o Fernando. Esse irrevogável centrocampista soberbo não pode sair. Todos sabemos da eventual saída do trinco, mas o FCP não pode abdicar desta pérola porque com um Porto à Lagareiro podemos ir longe. 

 

"In the Fire Light, Fernando"...fica por cá, campeão!

 

Saudações Portistas

Hélder Rodrigues

Seguir

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D