Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

25
Set13

Verdades inconvenientes

Dylan



"Continuando a falar de cenas pouco dignas que se vão passando no futebol português, abordarei agora as ações, costumeiras, de um certo dirigente de um clube a norte, que se envolveu com o presidente da A.F.Lisboa, como há uns meses o havia feito com o presidente do Sporting, como o fez com alguns jornalistas e como, há uns anitos valentes, o tentou fazer comigo. De resto recordo o que se passou comigo em certo campo de futebol, a norte, numa tarde em que César Brito marcou dois golos e eu, que fazia a narração do jogo para a melhor rádio onde me deixaram trabalhar, o CMR. Nesse dia, perante a passividade da PSP dessa cidade, não fosse o famoso guarda Abel ter saído em minha defesa e hoje eu não estaria aqui. Tudo porque duas semanas antes, o tal dirigente, que na época se dedicava à secção de andebol, me ameaçara, como fazia a todos os jornalistas só que 'mano a mano' não foi tão corajoso e nunca pensou que um puto Mouro se fosse a ele como 'cão em vinha vindimada'...na semana seguinte minou a coisa mas mesmo assim não levou a melhor. Na época nenhuma voz se levantou em minha defesa, e muito menos a de nenhum camarada de profissão, pelo que, desde que vi, eu e milhões de espectadores, um certo repórter da RTP levar na 'corneta' em pleno relvado e depois vir a terreiro dizer que nada havia acontecido, deixei de me preocupar...em alguns só perdem as que ficam no chão. Nos tempos de um certo presidente do meu Benfica também se começou a atiçar alguns adeptos, que hoje dizem mal do dito presidente mas que na altura faziam o trabalho sujo com os jornalistas. Numa dessas vezes, os 'meus' camaradas fugiram para a sala de imprensa por causa das bocas e eu, tranquilo, saltei a vedação que separava a zona das cabines do antigo estádio e desatei ao pontapé e à cabeçada aos dois artistas que, pensavam eles, podiam chamar tudo a quem estava a trabalhar honestamente. Levaram na 'corneta', à séria, só que desde esse dia passei a ser escoltado pelos 'Men in Black' do dito presidente que passavam os jogos a provocar-me na bancada quando eu ia com a minha filhota ver os jogos...se Portugal fosse um Estado de direito, à séria, gentinha como essa que agora se insurge contra o presidente da A.F. Lisboa, incluindo os velhos gágás, já tinham sido afastados do desporto mas enquanto os políticos tiverem medo desta gente isto só acabará quando a Dona Morte se lembrar de os levar...e já tarda..."


José Carlos Soares, jornalista

25
Set13

Josué e o Amor ao FC Porto

joshua

O clique de cumplicidade entre Josué e Paulo Fonseca tem uma história que vale a pena ler. Por um lado ilumina o perfil humano do líder, Paulo Fonseca. Por outro, sublinha o facto de este jogador estar a viver o momento mais feliz da sua vida desportiva por estar no clube que ama. Nunca me digam que o amor à camisola passou à história: sempre que um jogador admite e confessa um tal amor ao meu clube, por muito que saia um dia e um dia emigre, ninguém o esquecerá. pois afirmar uma tal coisa é correr riscos profissionais evidentes e quem os corre, sacrifica o conceito que façam do seu profissionalismo condicionado pelo respectivo clubismo. No entanto, foi assim que se forjaram grandes capitães na grande casa portista: Vítor Baía, Jorge Costa, por exemplo. Bem-hajas portanto, Josué.

25
Set13

Mourinho em White Hart Lane

joshua

Cheira a que a rivalidade natural entre Mourinho e Villas-Boas, um dos melhores quadros agregados à marca e à mística FC Porto, vai deixar mossa no primeiro. O arranque do Tottenham na Premier League 2013/2014 mostra um ímpeto forte inverso ao do Chelsea, onde o timoneiro parece atravessar uma fase das mais pardas e incaracterísticas. Mente sã em espírito são é qualquer coisa que não parece colar-se ao, até há pouco, bem sucedido psicólogo Mourinho, sedutor de balneários, demolidor nas conferências de imprensa e implacável nos jogos. O embate Tottenham - Chelsea é já a seguir. Com duas equipas sob a liderança de dois grande portugueses, o que nos reservará o espectáculo de White Hart Lane?!

25
Set13

Jogar Fora das Quatro Linhas

joshua

Talvez seja uma regra geral das equipas que vão em segundo, mas o certo é que falam mais e dão mais entrevistas. Depois de Jorge Jesus ter chorado como quem prepara o bom caminho arbitral da jornada anterior, Luís Filipe Vieira também veio dizer umas coisas à CM TV: não se justificou da indisciplina e do precedente de desautorização que conservar Cardozo-Pastoso implica para o plantel. Veio falar de união, veio defender os disparates de Jesus, veio defender o rapazolas da AF Lisboa e insinuar mais umas coisas conta o FC Porto. O que vale é que nem para jogar fora das quatro linhas o Orelhas serve. Cada cavadela, cada minhoca. Cada tiro, cada melro.

24
Set13

Carlos Daniel na Benfica TV?

helderrod

É extraordinária a pseudo qualidade analítica de Carlos Daniel relativamente ao futebol. Não gosto de pessoalizar as minhas críticas, mas a minha consciência manda-me exortar um grito de revolta.

Carlos Daniel relevou no programa Grande Área a ridicularização da clubite levada ao factor exponencial. A vaidade do "sabe tudo" esbarrou na inocência extremada de quem fala com o coração (benfiquista de Paredes).

Refiro-me à análise do jogo do Estoril-Porto e do Guimarães-Benfica. Quanto ao jogo do seu Benfica, ignorou a análise à expulsão do lateral Addy que condicionou inevitavelmente os últimos 30 minutos de jogo e referiu-se à inexistência de oportunidades do Guimarães, quando toda a gente viu as grandes defesas de Artur no decorrer do jogo.

Depois, na análise ao jogo do Estoril apressou-se a falar do lance do Otamendi, o que na sua opinião seria vermelho directo e, segundo ele, já nem faria a falta que originou o penalty...Valeu-nos aqui o esclarecimento de Bruno Prata que se refere ao lance como passível de cartão amarelo.

Depois foi curioso ver o Jaime Pacheco a discordar dos lirismos de Daniel até chegar ao ponto de se eximir de intervir nos comentários.

Na verdade, este benfiquista de Paredes é bom a falar sozinho ou quiçá na Benfica TV e seguir os trilhos exarados pelo Hélder Conduto.

É que na Benfica TV  ou na casa do Benfica de Paredes ele pode falar assim...já num canal público é imperiosa a imparcialidade.

 

Desejo-lhe boa sorte nas suas quintas!!!!

 

Hélder Rodrigues

24
Set13

Escribas e fariseus

Dylan

 

E ao fim da quinta jornada, Jesus ressuscitou para defender os injustiçados e os seguidores da sua religião, mesmo aqueles que o crucificaram no passado. O uso da força física para libertar alguém que considera o encarnado como manto sagrado fez-me lembrar o episódio dos vendilhões do templo. Agora, como antigamente, os escribas e fariseus hipócritas vão julgá-lo por exacerbar a sua fé somente porque Jesus  não é "o especial", porque nasceu na Amadora e não em Setúbal.

24
Set13

A fruta da época

Daniel João Santos

Ao que parece a distribuição de fruta mantêm-se no espírito de alguns dirigentes do Porto. O Lobo levou no Estoril uma banana que até ficou estúpido. Na realidade, depois de assistir ás declarações do senhor, fiquei por perceber se aquilo são consequencias a banana ou já vinha de nascença.

24
Set13

A máquina e os pormenores

Eduardo Louro

Ninguém tem dúvidas da capacidade da máquina portista. Está sempre de motores aquecidos, em alto regime, prontos a arrancar a alta rotação em qualquer emergência. Estamos habituados a vê-la responder com a eficácia de um potente motor de alta cilindrada e maior potência e binário!

Mas está a perder qualidades. Provavelmente, de tanto ganhar, relaxou!

Percebeu-se isso logo no descuido do Paulo Fonseca. Descuidou-se e a coisa saiu mal, como sucede com aqueles carros que aceleram, aceleram, roncando imponência por todas as saídas de escape e depois, logo que cai o verde, oops…Engasgam. Sai pífia!

Ainda meio surpreendida meio envergonhada por esta pífia, a máquina logo quis remediar o fracasso e dar novo sinal de pujança e imponência. Num ápice uniu numa só voz todos os comentadores espalhados pelos quatro cantos do mundo do espectáculo da bola falada: o tal tipo da Associação de Futebol de Lisboa (AFL) é um energúmeno racista, como se provava pela sua página do facebook, logo disponível, on line, nos seus telemóveis!

A coisa até que poderia ter pernas para andar. Sem mais, sem outros pormenores, aqueles telemóveis apontados às câmaras, até poderiam ser capazes de levar as pessoas a crer naquilo que eles queriam que fosse visto. É aí que o motor engasga outra vez: levado pelo excesso de entusiasmo – há sempre um pouco de Jesus por trás do mais frio maquinista – um deles consegue dizer que, no festejo de punho cerrado do golo estorilista, o homem da AFL enfiou um caseiro no olho do Adelino Caldeira, sentado na fila de trás.

E pronto. Estragou tudo… Naquele momento toda a gente percebeu que era mais fácil forjar uma página de facebook do que transformar um punho cerrado de comemoração de um golo num gancho (in)directo de mais de 180 graus!

Depois disto, tudo o resto são meros pormenores. É um pormenor que estes súbitos paladinos do fair play, da moral e da ética protegessem da denúncia pública, durante mais de dois anos, um energúmeno e um racista destes. É um pormenor que estivessem à espera de mais este episódio para, de repente, se lembrarem que há uma queixa para apresentar à UEFA. Onde, consta, a sua fama já vem de longe!

 

Seguir

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D