Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

30
Mai19

Estão a matar o desporto

Dylan

domingo.jpg

Agora que a temporada futebolística acabou exige-se fazer uma reflexão acerca dos motivos que levam a Liga Portuguesa a perder espectadores nos estádios cada época que passa. Creio que não será alheio o clima de talibanismo e a falta de cultura desportiva provocada pelo colapso educacional da família e da escola. Chefes de família que se transformam em vândalos de fim de semana, arruaceiros virtuais que ameaçam árbitros, atiçados por gabinetes de comunicação dos seus clubes, jornalistas que não sabem despir a camisola, suspeitas de aliciamento a jogadores, furto de documentação privada, caciques que misturam política com o futebol, dirigentes e treinadores com mau perder onde qualquer mentecapto comenta nas dezenas de inúteis programas televisivos. Esta gente mata o desporto, por isso tenho saudades dos anos 80 em que só havia o "Domingo Desportivo", de jornalistas como Gabriel Alves, Rui Tovar, Carlos Pinhão, da dupla que nos ensinava basquetebol, o Carlos Barroca e o Professor João Coutinho, o senhor atletismo, Jorge Lopes, e o senhor andebol, Fernando Pais.

20
Mai19

A fórmula do sucesso

Dylan

O 37º Campeonato Nacional de futebol conquistado pelo Benfica não é só mais um título, é uma equação matemática que envolve o nome de Bruno Lage e os adeptos, sócios e simpatizantes. O treinador trouxe uma lufada de ar fresco ao desporto com um discurso divertido e inovador, mostrando que existem coisas mais importantes na vida do que o futebol. Apostando em sangue jovem da "academia do Seixal", na "geração de 1999", faz a melhor segunda volta de sempre recuperando sete pontos ao anterior líder, alcança 16 pontos em 18 possíveis contra os três maiores candidatos ao título, realiza a oitava maior goleada de sempre do campeonato (10-0, ao Nacional) e executa o segundo número máximo de golos numa edição do campeonato (103 golos). A fórmula do sucesso ainda envolve as romarias históricas dos adeptos a Gaia, a Braga e a Vila do Conde, dando razão às palavras de Bélla Guttman que, um dia, disse que eles corriam até ao fim do Mundo atrás da equipa, fazendo frio ou calor, por terra, por mar ou pelo ar, entre as neves das serras ou no meio das chamas do inferno.  

14
Mai19

O político hooligan

Dylan

elgui.jpg

O político Rui Moreira não aprendeu nada com o caso "Selminho", imobiliária da família do presidente da autarquia, com o ambiente de maledicência que na altura se criou porque podia ter interesse directo na causa. Vai daí, transforma-se agora num hooligan e vem para as redes sociais lançar suspeitas sobre o futebol e as arbitragens tomando as dores do clube de futebol da cidade. O presidente da Câmara do Porto esquece-se que devia servir os interesses dos portuenses e não dos portistas, resolver os problemas da cidade como o trânsito caótico, a política de alojamento dos estudantes, a limpeza urbana, a privatização do estacionamento público, a insegurança no Polo da Asprela e a pressão imobiliária que despeja os moradores da zona histórica. Quando se acabar o "el guito" que o seu antecessor deixou nos cofres da autarquia, os munícipes saberão castigar quem usa aquela táctica gasta do passado de colar a política ao futebol.  

 

Seguir

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D