Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dia de Clássico

MENU

Duas Jóias, Dois Craques

joshua 23 Dez 13

Finalmente, temos uma estrela com brilho superior no Relvado. Carlos Eduardo. Desde o início da época, atravessamos jogos e mais jogos sem que se sentisse no campo um coração e uma alma que pautassem o jogo conforme os mais sólidos princípios da criatividade e do domínio, sempre presentes nos génios que já tivemos, Moutinho, Deco e outros. Não havia um craque a mandar ali. Problema resolvido? Só na constância. Fogachos há muitos. 

 

Outro problema que avultava na equipa era a falta de um irreverente, um repentista no jogo. A Kelvin, por quem eu tenho suspirado para titular, oportunidades vão sendo concedidas e já mostra desequilíbrios, prometendo desenhos fulminantes para jogadas de golo.

 

Em suma, dois jogadores, duas jóias, dois craques, surgem só agora em pleno brilho e absoluta utilidade, a criar a capa do carisma, da coragem e da missão. Constantes, de preferência, para crescerem na responsabilidade de assumirem o peso da nossa camisola. Por onde andavam? E por que nem sequer constaram à partida da lista dos inscritos na UEFA?!

 

Tudo teria sido diferente na Liga dos Campeões, carago! 

Pesquisar

Pesquisar no Blog

  • Benfica

  • Porto

Últimos comentários

  • Eduardo Louro

    Pode até ser cínica, mas não é mentirosa...

  • Anónimo

    hooligan não hooling

  • Anónimo

    o Jesus era o "rei" quando gozava com o Lopetegui.

  • Anónimo

    O hooling português não é apenas um membro daquela...

  • Sobolev

    A diferença é que no primeiro caso o problema é da...