Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

03
Mar20

Este país não é para totós

Dylan

brunolage50.jpg

Agradecemos a lufada de ar fresco que Bruno Lage trouxe ao futebol português nomeadamente através de um discurso educacional, divertido e inovador mas este país desportivo infestado de sacanas não é para totós. Já devia ter desligado o modo "Super Wings", conduzido por um prodígio de nome João Félix que aparece de 50 em 50 anos e activado o modo combativo "Os Vingadores", da Marvel. Deslumbrou-se com a suas experiências laboratoriais no Seixal, conseguiu esconder os problemas defensivos que identificou durante um ano e não os resolveu na janela de transferências de inverno, em Janeiro. Desligue o Canal Panda, apague as luzes, feche a porta da Academia e saia para dar lugar a outro porque o Benfica ainda vai a tempo de ganhar a Taça visto o Campeonato já estar entregue.  

29
Fev20

Dia de parabéns

Eduardo Louro

Resultado de imagem para bolo com 8 velas

 

Hoje é dia de cantar os "parabéns" ao Dia de Clássico. Até porque, se não é todos os dias que se faz anos, o Dia de Clássico nem sequer é todos os anos que faz anos. 

Nasceu a 29 de Fevereiro de 2012, e por isso hoje é apenas a segunda vez que festeja o seu aniversário. Se calhar não tem grande vontade de festejar, e até para soprar as velas já lhe faltam forças. Mas... vamos lá a isso. Venha daí fôlego!

Até porque hoje nem se fala do aniversário do Benfica, que foi ontem.

 

.

28
Fev20

Brexit no futebol português

Dylan

1180877055_f.jpg

Em apenas dois dias, as quatro melhores equipas do futebol português foram eliminadas das competições europeias por adversários de segunda linha. Há que dar os parabéns a quem tornou possível esta espécie de "brexit" do futebol português, a sua saída limpa e a consequente entrada do país no grupo de Ligas do Terceiro Mundo. Felicitar os directores de comunicação dos clubes envolvidos pelo ódio que debitam diariamente, os seus presidentes sem cultura desportiva e os símios sem educação que ocupam as bancadas, congratular os mentecaptos que comentam nas dezenas de inúteis programas televisivos, as claques de malfeitores e os jornalistas que não sabem despir a camisola, parabenizar os chefes de família que se transformam em vândalos de fim-de-semana, os arruaceiros virtuais que ameaçam árbitros e alegrarmo-nos com a falta de coragem do Governo em actuar no desporto para acabar com tantos acontecimentos que atentam um Estado de Direito.

25
Fev20

Mareguistas

Dylan

image.jpg

Este histerismo em volta do suposto episódio racista sobre um jogador de futebol foi tanto que várias estátuas da cidade do Porto escorreram lágrimas azuis. Só lamento que no meio de tantos indignados não se tenha dado idêntico destaque com casos semelhantes no passado e outras tantas carpideiras não se lembrem quando foi a última vez que fizeram piadas pretensamente engraçadas com negros, ciganos e judeus.  A sociedade portuguesa não é racista nem xenófoba mas devemos combater diariamente qualquer forma de discriminação com base no preconceito e não esperar pelo mediatismo dos "mareguistas" de ocasião, empolados pelos pedantes da comunicação e das redes sociais. 

10
Fev20

Regresso ao passado

Dylan

Desktop-08-02-2020-22-09-48-610.pngNão está em causa a justa vitória do FC Porto no último clássico frente ao Benfica, mas o recente jogo entre estas equipas fez-me regressar ao passado, à década de noventa. Não houve guarda Abel mas houve Paulinho Santos a partir dentes e maxilares, não houve creolina no balneário mas houve a intimidação habitual: arremesso de bolas de golfe para o relvado, foguetes lançados na noite anterior junto ao Hotel onde pernoitava o Benfica, vandalização das suas casas e uma novidade este ano - bonecos insufláveis equipados de vermelho "enforcados" às portas do estádio. No filme habitual não falta o protagonista principal, o árbitro medroso e condicionado por um clima de ódio que vem das bancadas. Isto é uma guerra incentivada por dirigentes, malfeitores, grunhos, parasitas e fanáticos que vai acabar mal, pois ninguém sabe para que serve a “Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto”, recentemente criada pelo Governo e que prometia segurança, valores éticos, respeito e tolerância. 

13
Jan20

Vírus no futebol português

Dylan

viru.jpgQuando pensas que o futebol português já bateu no fundo surge sempre algo pior do que o anterior. A Liga Portugal, organismo que realiza três competições do futebol português, permitiu que uma equipa com mais de 80% do plantel afectado por um vírus contagioso e que provoca febres altas, arrepios de frio, dores de cabeça, diarreia e vómitos, defronte outra a contar para o campeonato. Não é preciso ser médico como o presidente do Sporting para saber que este problema de saúde resolve-se com repouso e hidratação evitando actividades fisicamente desgastantes. A Liga, contrariamente à credibilidade e à defesa dos seus associados que tanto apregoa, devia ter anulado o jogo à semelhança do que aconteceu com casos em Espanha, mas em vez disso apenas se preocupou em não apanhar o vírus e lavou literalmente as mãos, como Pilatos.

12
Dez19

O touro enraivecido

Dylan

Isto não é conversa para boi dormir pois segundo o treinador do Belenenses existe um touro enraivecido à solta e que dá socos lá para os lados do Estádio do Jamor. Esta nova espécie de bovino, pugilista e alucinado, já terá um historial de comportamentos agressivos à semelhança dos restantes ruminantes daquela conhecida ganadaria que costumam ser bravos, principalmente quando não ganham as corridas. Há quem não veja um boi à frente, mesmo com som e imagens televisivas e há quem queira transformar os corredores dos estádios de futebol num espectáculo tauromáquico de pegas.

29
Nov19

Emplastros da bola

Dylan

img_920x518$2018_07_06_20_47_18_1420230.jpgQuando se fala na possibilidade de descer o IVA sobre a electricidade encolhendo assim a factura mensal da luz para particulares e empresas, surge a anedótica notícia de que o Presidente da Liga de Futebol pressionou o Governo para também reduzir o IVA sobre o preço dos bilhetes dos jogos à taxa mínima. Somos os campeões da electricidade e do gás mais caros da Europa em termos de poder de compra das famílias, mas esta gente está mais preocupada com os estádios vazios construídos com os milhões do erário público em 2004 e a compararem-se com os organizadores de espectáculos como o canto, dança, música, teatro, cinema e circo. Com as cenas ridículas que vemos nos inúteis programas desportivos, com o clima de guerrilha em volta dos relvados, com o parasitismo e intimidação das claques, com transferências e ordenados pornográficos do futebol, com clubes tecnicamente falidos, nós é que devíamos estar isentos de aturar estes emplastros da bola.

25
Nov19

Jesus Superstar

Dylan

redent.jpg

Ninguém mais do que Jorge Jesus pensa o futebol 24 horas por dia, por isso merece ter ganho estes dois últimos títulos no Brasil. Começou como o Messias do futebol mas agora transformou-se em Superstar, numa versão profana e musical com samba e funk carioca. Pontapeia a gramática e a matemática, por vezes é rude e irascível mas operou milagres ao ressuscitar clubes moribundos, ao multiplicar títulos e curar futebolistas dados como inválidos. Calou os descrentes que diziam que só ganhava em Portugal e com a ajuda das arbitragens, silenciou o Comentador Desportivo Anteriormente Conhecido Como Presidente do Sporting e os vinténs desta vida que lhe invejam o sucesso. 

06
Nov19

A lajeficação do Benfica

Dylan

painel-2x1-super-wings-paul.jpg

Os benfiquistas já começam a ficar fartos das opções técnicas tomadas por Bruno Lage contra equipas europeias. É hora do treinador mudar de canal e em vez de ver os "Super Wings" começar a ver "Os Vingadores", da Marvel. Se a nível nacional os miúdos do Canal Panda vão salvando a temporada porque falta competitividade ao campeonato, lá fora não há desenho animado nem missão de equipa que os salve. Porque esta "lajeficação" do Benfica, esta mania de sepultar as ambições europeias em nome de experiências laboratoriais do Seixal com bebés-proveta e com o objectivo de os vender caro, tem de acabar. O mundo do futebol profissional não é para juniores movidos a Nesquik, é com uma introdução gradual dos elementos da formação num plantel principal de qualidade, bem preparados fisicamente e mentalmente. 

Seguir

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D