Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

29
Abr13

O jogo do BENFICA na Madeira

joaopaulo74

Foi um jogo estranho, não foi?

Quase de borla conseguimos ter um golo de avanço - dizem os maritimistas de ocasião que foi frete insular ao SPORT LISBOA E BENFICA. Sorrio e recordo um central do Marítimo que em tempos, no antigo estádio das Antas, marcou um golo na própria baliza. O seu nome? Jorge Costa.

Depois, por razões que desconheço a equipa baixou e muito - diz o Jesus que foi por uma questão de nervosismo.

Segundo ele a equipa poderá estar fatigada, mas não está cansada!

O Marítimo empatou e com inteira justiça, até porque já tinha acertado no poste - mais uma vez os ferros com Artur.

A segunda parte trouxe um novo SPORT LISBOA E BENFICA - Lima acerta duas vezes no poste e acaba por ser um defesa do Marítimo a empurrar a redondinha para dentro da baliza.

Para surpresa minha, ainda com 20 minutos para jogar, o BENFICA volta à forma defensiva da primeira parte, mas, neste caso já não houve tempo para sofrer outro golo.

Quanto ao apitador, aguardo os comentários dos de sempre sobre os dois lances do Cardozo.

Por agora ficam os golos!

18
Mar13

4 golos, 4 pontos - venha o próximo

joaopaulo74

O Sport Lisboa e Benfica ganhou mais um jogo. Desta vez, em Guimarães e por 4-0! Depois da vitória contra o Gil escrevi:

Na próxima jornada vamos a Guimarães numa das 7 finais que nos restam. Os companheiros de escrita viajam até à Madeira. Depois, recebemos o Rio Ave e eles têm que ir a Coimbra. Estas serão, estou certo, duas jornadas decisivas para as contas do título.

Os resultados de hoje confirmaram a ideia - no fim poderemos ver o que vale este dia 17 de março nas contas do título.

Hoje, fizemos o que tinha que ser feito, ganhamos num jogo dominado do primeiro ao último minuto, onde os golos apareceram com a naturalidade de quem corre a caminho de um título.

Nota mais para o jogo, fantástico, do Cardozo!

 

E agora?

 

Agora temos que ganhar o próximo jogo, e mais outro, o outro a seguir até ao título! Simples. Por ordem: Rio Ave (Luz), Olhanense (fora), Sporting (casa), Marítimo (fora), Estoril (casa), Porto (fora), Moreirense (casa).

14
Mar13

Aplauso de todos os portugueses

joaopaulo74

Quero partilhar com TODOS os portugueses a alegria que é ver um estádio cheio a puxar pelo Sport Lisboa e Benfica que vai continuar a representar TODOS os portugueses nas competições europeias, juntando, assim, pontos para que TODAS as equipas continuem a poder ter lugar na Europa do futebol.

Estou certo, por isso, que TODOS os portugueses estão hoje muito contentes, até porque festejaram, como eu, os golos do Cardozo!

14
Mar13

Em frente. Naturalmente!

Eduardo Louro

 

Cumprindo com a sua obrigação, e para além disso ganhando o jogo de Bordéus, o Benfica apurou-se para os quartos da Liga Europa.

O jogo de hoje – que não foi brilhante, não senhor – deixa no entanto uma imagem diferente, para bem melhor, da dos últimos. Apetece dizer que este não foi mais que um post scripton no jogo com este mesmo Bordéus de há precisamente uma semana. Que diria qualquer coisa parecida com um pedido de desculpas acompanhado da promessa de que aquilo não voltaria a repetir-se…

É sempre bonito de ver que a resposta a um golo sofrido é marcar outro logo de seguida. Basta isto para fazer de um jogo sofrível um bom jogo. E por isso este será sempre um bom jogo e nunca um jogo mediano. E muito menos sofrível!

E quando tudo isto acontece por obra e arte de um Cardozo que desde aquela obra-prima de Leverkusen parecia deslumbrado, provavelmente convencido que, depois daquilo, já nada mais fazia sentido, tudo se perdoa!

Parece que fica para aí uma conversa adiada, mas se for só essa…

 

16
Dez12

Jornada #12: Os golos do S.L.BENFICA - Marítimo

joaopaulo74

Mais um jogo, mais uma vitória. E o implacável Tacuara, mais uma vez decisivo: Benfica 4, Marítimo 1: três golos de Cardozo e um de Rodrigo.

Não vi o jogo e por isso vou apenas limitar o post a um comentário sobre o lance da grande penalidade:

- eu não teria marcado e não estranharia que não tivesse sido marcado. É falta porque, de facto, ele joga a bola com mão e qualquer pessoa que tenha um dia jogado à bola, sabe que na área, as mãozinhas são atrás das costas para não facilitar.

Marcou - Cardozo não falhou e estava feito o mais complicado.

São seis os golos de Cardozo em dois jogos: fantástico.

16
Dez12

Jornada #11: Os golos do Sporting - S.L.BENFICA

joaopaulo74

Vai longa a discussão sobre os Golos do Óscar René Cardozo Marín, o nosso Tacuara!

"tenham cuidado / ele é perigoso / ele é o Óscar Tacuara Cardozo", canta-se na Catedral.

Fui ao dicionário e vi que Tacuara é sinónimo de Taboca, isto é, uma espécie de bambu do Brasil.

Se a origem do nome fosse Lusitana talvez ele fosse o Óscar Pinheiro Cardozo, ou, quem diz pinheiro, diz poste, trave...

Não é, claro, o melhor do mundo!

Mas é um jogador fantástico que faz o que tem que ser feito: marcar golos!

Não há dúvidas!

É um craque a marcar livres - ao lado de Simão, o melhor na nossa história mais recente. Está mais eficaz no jogo de cabeça e melhorou muito a capacidade de jogar sem bola e não surpreende os golos que ele tem marcado.

Em Alvalade, segundo a Liga Portuguesa de Futebol Profissional, marcou três golos. As imagens são claras - Cardozo andou por lá nas três situações. Se o remate na grande penalidade não oferece discussão, os outros dois são motivos para opinação colectiva:

- no primeiro lance, Cardozo ganha a bola na cabeça da área, encosta para a Essquerda. Ola John cruza e Cardozo, de cabeça toca a bola para a baliza. Patrício defende, a bola bate no defesa verde, embrulhado com o Tacuara e entra. Há dúvidas?

 

- no terceiro golo, na sequência de uma bola parada (quase um canto mais curto), Tacuara faz o movimento, na linha da pequena área, do 2º para o 1º poste e remata, de cabeça, tendo a bola batido num defesa. Entrou. Foi golo!

 

Ontem, na RTP, Pedro Proença foi muito claro: um golo é sempre atribuído a um avançado, mesmo que a bola bata num defesa, desde que o movimento por este realizado não tenha sido intencional. Isto é, só é auto-golo quando um defesa realiza um movimento com intenção e desse modo altera a trajectória da bola - em nenhum dos dois casos há qualquer tipo de intenção dos defesas do Sporting em cortar a  bola: a bola "bate" e entra.

São por isso 3 os golos de Óscar Cardozo em Alvalade.

25
Nov12

Jornada #10: Os golos do S.L.BENFICA - Olhanense

joaopaulo74

A nota mais positiva do jogo de ontem, aos olhos de um Benfiquista, surge da análise do jogodo adversário - o Olhanense praticamente não jogou,

teve muitas dificuldades em sair do seu meio campo e só por uma vez Artur teve que fazer alguma coisinha.

Os primeiros minutos foram de uma pressão muito intensa no Benfica, mas só uma penalidade permitiu desbloquear um jogo que tenderia a ficar mais equilibrado. Cardozo, chamado à decisão, atirou para onde não costuma rematar e estava aberto o marcador.

Nada de muito diferente aconteceu até ao intervalo, tendo o Benfica entrado para a 2ª parte mais calmo, com melhor posse de bola, mas a matriz do jogo do Olhanense não se alterou - simplesmente, não jogaram.

O golo de Luisão, na sequência de um canto, veio colocar um ponto final no jogo - um remate, de cabeça, do Capitão que depois do regresso aos jogos, regressa agora aos golos.

Nota mais para a capacidade de rotação do plantel do Sport Lisboa e Benfica.

E agora, venha o BARCELONA!

16
Nov12

Benfica continua na Taça - veja os golos

joaopaulo74

O Sport Lisboa e BENFICA ganhou com inteira justiça este jogo da Taça de Portugal contra o Moreirense.

Uma equipa bem organizada, fechada lá trás e o BENFICA a ter que usar uma circulação de bola muito forte, uma ou outra vez alternada com progressões em posse, nomeadamente do Luisinho e do Matic.

Lá pelo meio houve um apagão, um tipo de preto que, enfim, e um resultado, 2-0 para o Sport Lisboa e BENFICA que assim continua rumo ao Jamor!

Golos de Matic, o melhor em campo e de Cardozo.

07
Nov12

Contas complicadas

Eduardo Louro

 

O Benfica alcançou hoje a primeira vitória na Champions.

Ganhou o primeiro dos dois jogos que tinha mesmo de ganhar, mas não deverá chegar para evitar o afastamento prematuro da maior competição de cubes. Porque empatou em Glasgow um jogo que podia e deveria ter ganho, porque perdeu em Moscovo um jogo - vergonhoso, esse jogo do Benfica - que não podia ter perdido e, acima de tudo, porque surpreendentemente o Celtic ganhou hoje em Glasgow ao Barcelona, já depois de há quinze dias lhes ter posto a cabeça em água em Nou Camp.

Já não são apenas as contas que estão contra o Benfica. É também um certo sentimento de justiça: num grupo onde o primeiro lugar estava entregue aos catalães – como estaria sempre, em qualquer grupo - quem ganhasse ao Barcelona ficaria a merecer o apuramento.

Hoje o Benfica encarregou-se de corrigir a mentira que tinha permitido que chegasse a parecer verdade: o Spartak de Moscovo – como o Celtic – não é, nem nada que se pareça, uma grande equipa. Ganhou por dois a zero mas bem poderia ter ganho por cinco ou seis, não fossem alguns disparates. Da equipa de arbitragem - que à sua conta tirou dois ou três – e de um ou outro jogador: Cardozo, o herói do jogo, ficou a dever outros tantos!

A primeira parte foi francamente fraca. Como o árbitro fez vista grossa a uma falta sobre Garay (que grande jogo!) para penalti logo no primeiro minuto, que daria o 1 a 0 - porque Cardozo estava no banco e não o poderia marcar – que mobilizaria a equipa para a exibição, só a partir da segunda metade da primeira parte conseguiu começar a imprimir alguma intensidade e alguma qualidade ao jogo. A segunda parte foi melhor: teve os golos – os que contaram, os que não contaram e os que deveriam ter sido concretizados – que Oscar Cardozo desbloqueou e confirmou algumas boas exibições: do Artur, muito bem no que teve para defender, dos dois centrais (com Garay soberbo), do Melgarejo uma aposta - em que nunca acreditei - que já está a ser ganha, do André Almeida, do Ola John, nem sempre muito consequente mas a ir começando a juntar eficácia ao espectáculo, e do próprio Cardozo, mesmo que continue sem saber marcar penaltis. Mas também com algumas exibições menos conseguidas, em especial do Maxi que há muito vem sendo o jogador mais deficitário da equipa, sem que se lhe veja alternativa. Começam a ser muitos os lugares onde faltam titulares e alternativas!

É uma pena que o Benfica tenha dito adeus à champions há quinze dias atrás, porque não pode ser uma pena o Celtic ganhar ao Barça. Pena é não conseguir lutar como os escoceses fazem!

Resta agora a Liga Europa, donde agora sobra vantagem sobre estes mesmos russos!

Teria sido uma jornada perfeita tivesse o jogo de Braga terminado aos 80 minutos. Mas não terminou, e em 10 minutos o Braga viu uma vitória de 1 a 0 transformar-se rapidamente numa imerecida derrota. Nos últimos minutos o Manchester United fez três golos, repetindo ma reviravolta de há quinze dias. Curiosamente, com duas derrotas em casa – o pleno no insucesso – e no último lugar do seu grupo, são bem mais fortes as probabilidades do Braga que as do Benfica.

Seguir

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D