Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dia de Clássico

MENU

PARABÉNS

Eduardo Louro 28 Fev 18

Resultado de imagem para benfica 114 anos

 

É só para dizer que o Glorioso faz hoje 114 anos. Parabéns, Sport Lisboa e Benfica!

E que o Dia de Clássico não faz hoje 6 anos. Mas faz porque, este ano, continua a não haver 29 de Fevereiro.

Parabéns, Dia de Clássico. E... aguenta-te!

 

Resultado de imagem para aniversário 6 anos

 

Ontem é que deveria ter sido. Hoje é o dia do Dia de Clássico. Ontem é que era o dia de cantar os parabéns. Foi ontem que o Benfica fez 112 anos, e era ontem que lá devíamos ter estado, a cantá-los. Os deuses, ou o tempo, ou os aviões, ou lá o que foi, não quiseram que fosse assim. Ficou para hoje, mas hoje já não era dia...Hoje faz anos o Dia de Clássico: quatro. Mas pela primeira vez, porque só faz anos de quatro em quatro anos... 

Por isso os parabéns ao Benfica foram curtos, e os golos também. Magro resultado para tantas e tão gordas oportunidades. Mesmo sem que tenha sido o grande jogo que, se calhar, nunca poderia ter sido. Porque estava muita coisa em jogo... para o próximo jogo.

Mesmo assim deu para confirmar Lindelof, e para mostrar Grimaldo, titular pela primeira vez. Mas também para mostrar como o futebol é tantas vezes injusto: agora com Nelson Semedo. O jogador que era antes de se lesionar, na selecção nacional... E o jogador que não consegue ainda ser... E deu para mais dois golos de Jonas. Mas não deu para Mitroglou continuar a sua extraordinária série de jogos sucessivos a marcar, e fixar um novo máximo. Muito por culpa própria, tantos foram os golos que falhou...

No próximo sábado é que vai ser... Esperemos que voltem os índices de eficácia que decidamente o Benfica perdeu precisamente no jogo em que mais precisava deles. Desde esse jogo com o Porto, nunca mais a equipa regressou aos altos níveis de eficácia que trazia.  

 

Que bela prenda!

Eduardo Louro 28 Fev 15

 Em dia de aniversário, ao colo de 111 anos de glória, o Benfica brindou os adeptos do futebol com mais uma grande exibição. E o Estoril, o convidado para a festa, com seis golos sem resposta. Para já, a maior goleada da Liga.

Que bela prenda!

A primeira parte foi de altíssimo nível, do melhor que se tem visto. Como merecia a festa, e como merecia Gaitan, de regresso à equipa, quase dois meses, e sete jogos, depois. Nunca na sua ausência o Benfica tinha conseguido atingir patamares exibicionais de excelência, o que evidentemente diz tudo do argentino, há muito o melhor jogador de futebol a actuar em Portugal. A última grande exibição do Benfica tinha precisamente acontecido no seu último jogo, na goleada (4-0) dos Barreiros. A que nem sequer tinha dado grande contribuição, acabou por sair muito cedo, ainda antes do primeiro quarto de hora, com a lesão que o afastou por estes sete jogos onde, recorde-se, o Benfica perdeu tantos pontos como em toda a primeira volta.

Deu para quatro golos, e mais uma bola no ferro – não há jogo em que o Benfica não acerte no mais pequeno, mas também mais indesejado, espaço de baliza – e mais duas ou três oportunidades claras de golo. Todos de grande execução, mas aquele quarto golo, carimbado por Jonas, é um hino ao futebol… Uma das mais bonitas jogadas de futebol alguma vez vistas!

Na segunda parte -  com o Estoril a entrar muito bem - já não atingiu o mesmo nível, até porque a equipa, sem nunca se ter desligado do jogo, teve mais intermitências. Deu para mais dois golos, e deu para uma expulsão de um jogador do Estoril que desagradou profundamente aos benfiquistas.

Nunca a expulsão de um adversário na catedral Luz terá incomodado tanto. Porque, como diria o diácono Remédios, não havia nexexidade… O jogador do Estoril cortou a bola com a mão, a lei diz que isso deve ser penalizado com amarelo, que seria o segundo, mas o bom senso diria o contrário. E depois, com o Benfica já a ganhar por cinco a zero, com o domínio absoluto do jogo, e com pouco mais de um quarto de hora para jogar, esta é uma expulsão que apenas serve as estatísticas. Que um imenso exército, cirurgicamente distribuído pelo espaço mediático, depois manipula na inaceitável campanha, já em velocidade cruzeiro, que visa condicionar as arbitragens e fazê-las regressar ao passado que impeça o significante bi-campeonato para o Benfica!

Hoje não se festejou apenas mais um aniversário. Nem esta capicua de 111 anos de glória. Festejou-se também o regresso das grandes exibições. E sabe-se como isso conta. Como isso nos empolga, e como isso dói forte nos adversários!

Parabéns!

Eduardo Louro 28 Fev 15

 

Amanhã é Dia de Clássico. Mas hoje é que é o dia de parabéns... Pelo terceiro aniversário!

Nasceu a 29 de Fevereiro, mas em 75% das vezes comemora o aniversário a 28. Com o Glorioso, como não podia deixar de ser.

Parabéns a ambos!

 

Parabéns

Eduardo Louro 28 Fev 14

 

Pois é. Nascer a 29 de Fevereiro dá nisto! 

Faz-se anos e ninguém se apercebe. Mas a verdade é que, se quisermos assinalar o segundo aniversário do Dia de Clássico, teremos de o fazer hoje. Amanhã já é tarde, é 1 de Março!

Parabéns, pois, ao Dia de Clássico. E muitos anos de vida...

Como é sabido - porque há precisamente um ano descobri aqui a careca aos meus colegas benfiquistas - esta data  híbrida que é o 29 de Fevereiro foi escolhida para permitir festejar o aniversário do Dia de Clássico em conjunto com o do Benfica. Pelo menos três em cada quatro anos. 

Este é o segundo desses três anos em que nos juntamos ao Benfica a comemorar. Nós, os nossos modestos dois anos. E o Benfica, no mesmo dia em que se despediu do seu capitão de sempre, os seus gloriosos cento e dez!

Parabéns Dia de Clássico. Parabéns glorioso Sport Lisboa e Benfica!

 

Parabéns!

Eduardo Louro 28 Fev 13

Sempre achei um pouco estranho nascer a 29 de Fevereiro. Confesso que não conheço ninguém, pelo menos suficientemente próximo, que tenha nascido nessa data. Mas, se nunca tive qualquer dúvida que, para eles, os anos passariam exactamente como para todos os outros, sempre tive dúvidas se os festejariam todos. E, na dúvida, cultivei sempre um certo sentimento de pena por aqueles que só poderiam festejar o aniversário de quatro em quatro anos.

Dramático, particularmente na infância. Quando mais se quer fazer anos e festejá-los – sem festa, não há volta a dar-lhe, não há anos – e quando mais eles custam a passar, é um drama fazer anos a 29 de Fevereiro!

É o que se passa com o Dia de Clássico. Nasceu a 29 de Fevereiro do ano passado, e não terá sido certamente por acaso!

Todos os que, tendo passado pela desdita de nascer nesse dia, não querem deixar de festejar todos os seus aniversários,  em três de cada quatro anos têm de escolher fazê-lo entre o 28 de Fevereiro e o 1 de Março.

É claro que 1 de Março não faz sentido. Ninguém vai comemorar o aniversário no mês seguinte. À falta de 29 é a 28 o último dia de Fevereiro. Não há pois qualquer dúvida: é hoje que o Dia de Clássico comemora o seu primeiro aniversário!

Ergamos a taça: tchim …tchim…

Tempo de aniversário é normalmente tempo de balanço. Não me meterei por aí – se algum dos colegas o fizer será certamente bem-vindo – mas não posso deixar de referir dois aspectos que saltam à vista: a sucessiva perda de gás dos nossos companheiros dragões, praticamente desaparecidos (que não em combate) nestes últimos tempos e, ao invés, a exclusiva ocupação da caixa de comentários pela malta que veste de azul.

Não acredito que a perda de rendimento da equipa azul e branca se deva à inferioridade numérica. São todos gente forte e determinada, bem capazes de superar essa adversidade. Não sou eu – quem seria eu para isso? – a pedir-lhes um esforçozinho extra.  É o próprio Dia de Clássico que diz que … sem eles, isto não é a mesma coisa. Não tem graça nenhuma!

Dizia acima que não terá sido por acaso que o Dia de Clássico nasceu a 29 de Fevereiro. Eu não estava na sala de partos - como se sabe cheguei mais tarde, quase dois meses depois - mas não tenho dúvidas que esta data é obra dos meus colegas benfiquistas. É que, ao escolherem o dia 29, como acima me parece que ficou claro, empurraram os festejos de aniversário para o dia 28: precisamente o mesmo do Benfica!

Quando o nosso Benfica faz 109 anos, o Dia de Clássico faz um. Festejamos juntos!

Parabéns Benfica! Parabéns Dia de Clássico!

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Mais comentados

  • Benfica

  • Porto

Últimos comentários

  • Anónimo

    hooligan não hooling

  • Anónimo

    o Jesus era o "rei" quando gozava com o Lopetegui.

  • Anónimo

    O hooling português não é apenas um membro daquela...

  • Sobolev

    A diferença é que no primeiro caso o problema é da...

  • Anónimo

    O clube pioneiro nos gabinetes de comunicação foi ...