Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

23
Ago16

Porto e Pavia. Tudo se fez num dia!

helderrod

PRICELESS. Não tem preço a noite europeia do FCPorto. Para lá dos milhões e das contas do fair-play de que muitos vão falar, o jogo de hoje transcendeu os valores materiais. Emergiu o valor da crença num jogo muito complicado que se tornou fácil. Tornou-se mais fácil porque, desta feita, houve um árbitro que cumpriu as regras disciplinares num jogo europeu. As claras e inequívocas expulsões foram importantes num momento em que o FC Porto já vencia e pretendia racionalizar o resultado. 

Esta vitória teve igualmente o dom de calar as profecias da desgraça e poderá catapultar a equipa para grandes voos.

Todavia, apesar deste dia memorável há ainda muito fazer numa equipa que carece de afinações nos diferentes sectores do terreno. Se eu pudesse, trazia já no avião de regresso o Nainggolan para vestir de azul e branco...

Espero que o Maxi consiga suprir a lesão rapidamente, para que possa contribuir para a uma vitória na visita a Alvalade que, embora bastante apriorística, vem em boa altura considerando o resultado desta noite.

O Dragão está de regresso! 

Parabéns a todos! 

Força, Porto! #euqueroéganhar

 

Hélder Rodrigues

21
Ago16

Os Canarinhos, a Loba e o Leão

helderrod

Embora o pareça, este título não pretende apresentar nenhuma fábula. Apesar da moralidade que este texto possa ostentar, aqui não haverá quaisquer intenções correctivas da minha parte.

Antes de mais, quero apresentar as minhas desculpas a todos os leitores do Dia de Clássico por este hiato na minha escrita, mormente à pessoa que dinamiza este espaço. 

Houve um misto de problemas de saúde, de pouca disponibilidade e (admito) de alguma azia pelo tricampeonato do clube da Luz. Estou mal habituado....

 

Porém, aqui estou e o que me apraz dizer à segunda jornada é que, tal como os Super Dragões cantam, "azul e branco é o coração" desta equipa do FC Porto. 

Perante a fulgurante linha defensiva de canarinhos no Dragão e de um Moreira inspirado, foi imensa a persistência avassaladora do onze de Espírito Santo. Essa persistência permitiu mais um golo ao jovem André Silva, mas fica a sensação que é preciso fazer-se mais.

Ainda parece que estou a ouvir o Sir Bobby Robson a gritar no seu português britânico: Flancos, flancos. 

Concordo com ele. Para tamanha linha defensiva, afunilar o jogo pelo meio é entregar o ouro ao bandido e falta a profundidade indispensável para abrir espaços a partir das alas. Há que trabalhar muito. Podemos já não ter torre, mas o Torres dar-nos-ia um certo jeito.

Com a vitória sobre o Estoril, concluiu-se o primeiro terço de uma tríade importantíssima de jogos. A próxima é já em Roma, onde se pretende um FCP personalizado e bem constituído no meio campo para segurar a Loba. Espero que o jogo em Itália não tenha um Rómulo Kuipers que faça vista grossa às mãozinhas no interior da área. A tarefa é árdua, mas não impossível. Haja coração azul e branco e muita imaginação.

Depois disto tudo, poder quebrar enguiço leonino seria um prólogo excelente para uma época que se prevê muito difícil para o Dragão. 

Força, Porto!

Hélder Rodrigues

 

P.S. Atenção ao Fejsa e à passividade disciplinar.

Seguir

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D