Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

31
Mai13

A TRAGICOMÉDIA de Gaspar

helderrod

O "Pathos" do Gaspar é hilariante. A inoportunidade da convergência benfiquista da coisa só se encerra na não menos brilhante abordagem do Vieira ao exaltar a época transacta como a possibilidade de terem podido sonhar. Tal tragédia já não acontecia há mais de duas décadas. Esperando pela "catharsis" desta grei nobre, aguardo por aquilo que eu FARIA pelo meu FCP. É que o nosso "Ananké" é mesmo GANHAR.

 

Hélder Rodrigues

19
Mai13

Para o ano há mais...

Eduardo Louro

O campeonato acabou hoje. Para mim acabara na semana passada…

Prematuramente?

Não! Para o Benfica é que acabara prematuramente, duas semanas antes, na Madeira. Vá lá saber-se porquê!

Parece-me que há uma jogada e um jogo que têm muito a ver com este insólito desfecho do campeonato. E nem o jogo é o do Estoril - nem o primeiro do campeonato, na Luz, com o Braga, do golo invalidado a Cardozo no último minuto, nem o de Coimbra dos tais dois penaltis, nem o do Nacional... - nem a jogada é aquela do Kelvin-Liedson-Kelvin…

A jogada é aquela obra de arte que culminou no 2-0 ao Sporting. Estranho?

Talvez, mas aquela fantástica jogada teve consequências muito para além do golo de Lima. Deu origem ao limpinho… limpinho, com tudo o que isso trouxe. E acabou por ter algo  de enganador, que maquilhou uma realidade que precisava de ser enfrentada. Porque é bom ganhar quando nem tudo está bem, mas não é bom não o perceber.

O jogo foi o da Madeira, com o Marítimo. Que, vá lá saber-se por quê, não foi encarado como mais um jogo que tinha de ser ganho, mas como o jogo que ganhava o campeonato…

Claro que, hoje, só Fátima poderia provocar outro desfecho na Mata Real mas, como se sabe, o plafond de milagres ficou esgotado com o fecho da sétima revisão da troika… Em vez disso houve passadeira vermelha, não estendida pelo adversário, como a da Madeira há duas semanas atrás, mas nem por isso menos estendida… Logo aos vinte minutos o árbitro resolve inventar um penalti. Com expulsão. E pronto…

Para o ano há mais. Que não seja do mesmo...

Parabéns ao campeão. Outra vez!

18
Mai13

Carta Aberta aos Jogadores do FCP

helderrod

Caros Atletas,

 

Volvidos infindáveis minutos, incontáveis remates à baliza, notáveis defesas e acima de tudo o orgulho permanente em vestirem essa camisola, chegou a hora. Chegou a hora de provar ao país e ao Mundo de que, mais do que as palavras são os actos que contam. Mais do que parecê-lo é preciso sê-lo! É exactamente isso que nos somos: uma equipa plena de ambições, de conquistas, de muitas glórias, mas acima de tudo uma equipa humilde. Um conjunto de jogadores que só festeja quando a vitória é inquivocamente nossa, sem "ses" ou "talvez", sem a histeria dos que tanto querem e nada alcançam. Este é o meu Porto. O Porto que nasceu comigo em 1978 (campeão após anos de espera). Foi preciso saber esperar, saber sofrer e saber ganhar. Isso poderá ser o resumo do jogo de amanhã, com a certeza de que tudo irão fazer para trazer para o nosso reduto mais um título fabuloso e transformar a utopia que muitos nos quiseram impor na realidade da grandeza de se vestir azul e branco campeão. Nós somos a tua voz e, por vós, já perdi a minha voz muitas vezes. Em 87, gritei muitas vezes e passei o resto do ano a marcar golos de calcanhar, fiz a minha primeira noitada para vos ver na neve a serem Campeões do Mundo! E assim cresci junto de vós. Porque vós sois uma lição de vida: a lição de que quando muito se quer, mesmo que poucos acreditem, estamos sempre lá para vencermos! Orgulho-me muito de todos vós, desde o roupeiro ao Presidente, porque sei que todos pugnam pela minha felicidade! Tenho duas filhas lindas e ambas já vos têm no coração, acima de tudo, por saberem que vós sois a razão de muitas alegrias.

Por isso, muita força! E aconteça o que acontecer somos PORTO!

 

Um abraço,

Hélder Rodrigues!

12
Mai13

Dragão de Viena

helderrod

É isto. caros leitores! O futebol encerra em si esta sinestesia de emoções que nos fazem oscilar entre o choro e o grito! A imagem de Jesus que se ajoelha perante a explosão de alegria personifica este desporto supremo.

Num jogo muito táctico, só os golpes de sorte e de algum saber determinariam o vencedor. O jogo de hoje foi tudo isso.

A dada altura, vejo o Cardozo rasteirinho a dizer-me "acabou". Contudo Helton diz-me que não e avança o nosso "Juari": o Kelvin, muito Klein mas talentoso. Num golpe de teatro, tudo muda. A rouquidão da minha voz só adormeceu no apito final de Proença.

Parabéns às duas equipas. Mostraram ao mundo do futebol que, em Portugal, há qualidade imensa e esta foi uma final de Champions. A nossa final. Revi-me em Viena pela marcha do marcador, da cor e da emoção. Que jogaço!

Falta um passo nos Paços de Porto Ferreira? Foi você que pediu um campeão?

 

Resta-nos lutar até ao fim para dignificar a vitória final.

 

Acreditei, acreditei sempre na grandeza estóica do meu Porto à guisa de Viena!

 

 

Força, Porto!

 

Hélder Rodrigues

28
Abr13

Água mole em gente dura tanto bate até que fura!

helderrod

Até que fura o pneu do autocarro...

O jogo de hoje foi duro. Duríssimo pela extrema dificuldade que o meu Porto teve em furar um fortíssimo bloco defensivo e muito duro pela agressividade exacerbada dos jogadores do Setúbal. Saio feliz não só pela vitória, mas pelo facto de não ter havido pelo menos de forma aparente uma lesão grave...

José Mota tem que se convencer de que a brutalidade não ganha jogos. Apesar da ausência do célebre chapéu do Paços, José Mota não hesita em endossar queixas ao critério nos eventuais penalties. Quanto ao lance do penalty do Porto é mais do que evidente o gesto do central que prolonga o seu corpo para condicionar a trajectória da bola e, no seguimento do lance, o mesmo jogador volta a defender a bola com a mão. Foi quase um dois em um e aqui até se justificava que James marcasse dois. Acredito que ele pudesse converter o segundo...

É frustrante reiterar a ideia de que estamos em segundo "a penalties" e continuarmos a falhar. Mas que raio de lotaria nos tem saído!

Sei que já andam com imagens dos lances de Danilo. Os mesmos que se eximiram de assumir o penalty de Luisão em Aveiro. Porém, importa aqui parafrasear um douto: "foi limpinho". Danilo coloca as mãos atrás das costas manifestando a não intencionalidade em tocar a bola no primeiro caso e, no segundo lance, a bola toca casualmente no ombro do mesmo jogador. 

Como tal, não adianta criarem lirismos...

Resta esperar por segunda feira, uma vez que será na Madeira o âmago do desfecho deste campeonato. Até porque é também na Madeira que o meu Porto poderá catapultar a esperança de todos nós...

 

A ver vamos!

 

P.S. Atenção aos postes insulares...

13
Abr13

3 Meias-finais

joaopaulo74

É o tempo das meias-finais, apesar da taça menor ser hoje disputado por duas equipas a quem ela fica muito bem. Quanto a Nós, os presentes no dia de clássico, diria que este é o tempo das meias-finais - temos uma para terminar e duas para disputar. Sim, duas!

Começamos por ter uma meia meia-final para disputar com o Paços de Ferreira esta segunda, para depois disputar uma outra com os turcos do Fenerbahçe. E, pelo meio, temos que começar outra-meia final, que é dividida com dois clubes, o Sporting e o  Marítimo.

O que virá depois será o tempo da festa ou da tristeza: a festa dos três jogos finais do campeonato, a festa da Liga Europa na Holanda e o Jamor.

 

2ªfeira 3ª feira  4ª feira 5ª feira 6ª feira Sábado Domingo
15A - Paços (TP,Casa)            21A-Sporting
(Liga, Casa) 
       25A - Fenerbahçe
(L Europa, Fora) 
     28A - Marítimo
(Liga, Fora) 
     1 maio  2M - Fenerbahçe
(L Europa, Casa) 
     5M - Estorial
(Liga, Casa) 
            12M - Porto
(Liga, Fora) 
     15 de maio
(Final L Europa) 
       19M-Moreirense
(Liga, Casa) 
             26 de maio
Final da T Portugal 
             

 

Se vamos ou não chegar às 3 festas ou a parte delas, só a bolinha o dirá - é melhor estar à frente 4 pontos do que ter que correr atrás do défice. É melhor estar no limbo que existe entre o ganhar e o perder - sabemos, todos os benfiquistas, o que sentem os adeptos do sporting por estes dias. Também nós tivemos o sonho, menor, de estragar o dia aos nossos adversários.

Mas, repito, é bem melhor estar na posição em que estamos.

Vamos a isto: os dois jogos com os turcos, o sporting e o marítimo separam-nos da FESTA!

Vamos a eles.

 

12
Abr13

O BENFICA desde 1990

joaopaulo74

Confesso que estou apaixonado pelos números que o BENFICA tem vindo a saber construir ao longo dos últimos anos.

Fui, por isso, à história buscar alguns dados - comecei em 1990.

Porquê?

Porque estou com sono e não me apetece ir mais para trás.

Explicado o argumento, vamos aos factos:

 

- O BENFICA venceu 4 títulos. Dois deles com mais pontos, um com mais 3 e outro com mais 5.

- Desde 1990, ficou oito vezes em 2º, sete em 3º, uma vez em 4º e... Sim, é verdade - 6º lugar em 2000/2001.

Antes de JJ o BENFICA era o 3º. Com JJ passou a lutar pelo 1º.

 

Os campeões da nossa liga desde 1990 têm, em média 24,4 vitórias por época. Neste momento o SPORT LISBOA E BENFICA tem 21 e tem dois jogos de caras, acho: Moreirense e Estoril. Pelo menos 23 dou como certas!

Marítimo e Sporting, será mais complicado e, claro, o porto, para um jogo de dificuldade extrema.

Neste momento temos 0 derrotas e 4 empates.

De 1990 para cá só por uma vez o campeão não perdeu e só três campeões têm menos de 4 empates.

Nestes 23 campeonatos houve 10 campeões que marcaram menos golos que o BENFICA esta época e até ao momento. Só três campeões terminaram a liga com menos golos sofridos que o BENFICA esta época.

 

Dito isto e olhando para os dados do post anterior sobre os jogos europeus, creio que é evidente o crescimento do SPORT LISBOA E BENFICA que passou de uma equipa média do campeonato português para um grande clube europeu. Não somos ainda um clube de TOP, mas a estratégia financeira e desportivia vai permitir esse sonho... 

Mais cedo, do que tarde...

29
Mar13

Et Pluribus Unum

joaopaulo74

Eu não diria 7, mas quatro batalhas - ganhar em casa ao Rio Ave, ganhar no Algarve ao Olhanense, receber e vencer o Sporting e o Estoril para visitar o Dínamo da BCI já com o título nas mãos.

Tem que ser este o caminho, mas ainda falta o mais importante: o sistema ainda não entrou em campo como aconteceu o ano passado com a Académica e em Guimarães. E, meus amigos, basta o BENFICA, empatar um jogo para dizer adeus ao título.

Por isso, este vídeo, faz todo o sentido - JUNTOS até ao FIM!

 

17
Mar13

GRANDES PANENKALIDADES

helderrod

Estamos no intervalo do Guimarães-Benfica. O resultado é de O-1, num golo de grande penalidade de Cardozo (com 8 golos de penalty). Apetece-me desde já dizer (independentemente do desfecho) que QUANDO O JACKSON NÃO TEM JUIZO O PORTO É QUE PAGA! A falta de eficácia no jogo de hoje na Madeira foi evidente. Todavia, o Marítimo bateu-se muito bem podendo inclusivamente ter marcado o seu golo da vitória.

Eis a prova provada de que este campeonato ainda tem muito para dar...

A ver vamos...Quanto ao meu FCP, nada de desistir porque ainda há muitos golos para marcar e, de preferência, sem a amargura do penalty!

Seguir

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D