Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

09
Abr16

O beco do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol

Eduardo Louro

Imagem relacionada

 

Ao decidir não decidir, o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol só poderia acabar por decidir assim. Esta é que é a verdadeira explicação para a inqualificável decisão de inocentar o jogador argelino do Sporting, Slimani. Ao atrasar a decisão, deixando evidente que no futebol em Portugal a pressão continua a compensar - quanto mais barulho, e mais jogo baixo, melhor -, o Conselho de Disciplina (CD) deixou de ter condições, como Jesus avisadamente previra, para sancionar disciplinarmente o que, como diz Rui Vitória, toda a gente viu. 

É por isso que ficam ainda mais ridículos "os factos dados como provados" pelo CD. Não sei se é mais ridículo dar por provado que Samaris não se sentiu "ofendido no seu corpo ou saúde", se dar provado que a agressão se justifica por Samaris constituir um obstáculo ao desejo de Slimani pressionar o Pizzi. 

Depois disto o Benfica não pode, no meu entendimento, deixar de recorrer para o Conselho de Justiça. Mesmo que se saiba que o Slimani nunca cumprirá qualquer castigo. É mais do que certo que, se vier a ser condenado, já cá não estará para o cumprir...

Mas não é por aqui que passa toda a estratégia de quem manda actualmente no Sporting?

 

 

23
Ago12

Mais Uma Manobra de Pinto da Costa

joshua

Agora que muito sabiamente o Conselho de Justiça da FPF dá parcial provimento ao recurso do presidente do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira, que assim vê reduzido o castigo a uma pena de suspensão de 45 dias com multa de 2.500 euros para um mês de suspensão e 1.000 euros de multa, podemos concluir que, mais uma vez, Pinto da Costa, poder total e absoluto do Futebol Português, protege Luís Filipe Vieira, suavizando-lhe os castigos, para que Vieira prossiga, com o mínimo de prejuízos pessoais, o belo trabalho que tem feito até aqui. Estratego brilhante, Pinto da Costa não dá ponto sem nó. Na verdade, haja o que houver, aconteça o que acontecer ao Sport Lisboa e Benfica dentro e fora das quatro linhas, a barrigada de Luisão, a bebedeira do árbitro Christian Fischer, tudo teve, tem, ou terá, o dedo conspirador de Pinto da Costa e tudo se explica com ele, ámen.

Seguir

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D