Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

12
Mai22

Bicicletas voadoras

Dylan

ganza.jpg

A primeira bicicleta voadora que vi foi no filme de Spielberg levando um E.T. em segurança para a sua nave. Depois, com o meu amigo de infância chamado Armando, voei numa velha bicicleta Órbita que se desmontou em andamento quando estava sentado no suporte traseiro. Agora, num hotel, em Trancoso, onde uma equipa de ciclismo do norte com nome de medicamento estava instalada, foram descobertos uns instrumentos e umas substâncias estranhas que faziam voar as bicicletas em provas profissionais. Espero que o engenheiro, que por acaso também é director desportivo, não tenha registado a patente, confesso que precisava dum velocípede assim para atravessar o túnel de Águas Santas e o trânsito caótico da autoestrada A4 em direcção ao trabalho, ainda para mais com o custo elevado dos combustíveis. Disseram-me que Lance Armstrong tinha uma par dessas bicicletas e eu nunca quis acreditar, até hoje!

10
Mai22

Futebol de régua e esquadro

Dylan

var.jfif

Parece que o senhor Pinto da Costa anda desgostoso por não receber mensagens de felicitações da parte de algumas pessoas pela conquista do campeonato de futebol, se calhar estava à espera da congratulação do Biden e do Putin mas deviam estar ocupados. Por mim, vou dar-lhe os parabéns, mas também dizer que nunca se viu tantos erros de arbitragem como nesta época, como por exemplo, no jogo do título, anular um golo por fora de jogo devido ao facto do avançado estar apenas dois centímetros adiantado. O sistema do vídeo-árbitro podia ser uma ferramenta útil mas transformou o futebol em régua e esquadro, à caça daquele frame duvidoso. Por agora são os centímetros, depois passará a milímetros e mais tarde um nariz grande ou um penteado desgrenhado de um jogador será suficiente para o colocar fora de jogo, a bem da "verdade desportiva", deixando a tecnologia matar a espontaneidade e a beleza do futebol.  

12
Dez19

O touro enraivecido

Dylan

Isto não é conversa para boi dormir pois segundo o treinador do Belenenses existe um touro enraivecido à solta e que dá socos lá para os lados do Estádio do Jamor. Esta nova espécie de bovino, pugilista e alucinado, já terá um historial de comportamentos agressivos à semelhança dos restantes ruminantes daquela conhecida ganadaria que costumam ser bravos, principalmente quando não ganham as corridas. Há quem não veja um boi à frente, mesmo com som e imagens televisivas e há quem queira transformar os corredores dos estádios de futebol num espectáculo tauromáquico de pegas.

10
Jun19

Os lesados das Antas

Dylan

leado.jpgA sentença de um tribunal em condenar o Porto a indemnizar o Benfica em dois milhões devido à divulgação de correspondência privada, criou um coro de indignados. Os Lesados das Antas sentem-se enganados, afinal aquele papel comercial vendido ao balcão do Porto Canal foi deturpado, nomeadamente com expressões cortadas para alterar o sentido do texto, passando uma mensagem manipulada. Mas não foi por falta de aviso visto a supervisão da ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social) ter alertado há um ano para a conduta desta espécie de Pravda televisivo, considerando que a divulgação de emails não tinha qualquer propósito de informar porque "ignora as elementares exigências aplicáveis à actividade jornalística". Os produtos foram vendidos pelo departamento de comunicação como sendo verdadeiros, publicitados por um famoso pirata informático e subscritos pelos comentadores dos programas desportivos nacionais, embora houvesse riscos tóxicos pois as obrigações traziam acesso a planos de treino, contratos comerciais e informações clínicas do Benfica. O fundo dos lesados brevemente terá mais aderentes, nomeadamente órgãos de comunicação social, para a compensação da suas perdas de credibilidade junto da opinião pública desde há dois anos a esta parte.   

20
Nov18

Tourada à moda do Porto

Dylan

pinto-da-costa-SLB.jpg

 

Como é hábito, o discurso de Pinto da Costa para assinalar os 15 anos do Estádio do Dragão serviram para investir contra o Benfica e o Governo. É o cornetim do costume, falou dos "tempos do fascismo" e pensei que estava a referir-se à época da construção do antigo estádio, quando foi erguido com a ajuda do Estado Novo. Depois, falou de "clubes que gastam fortunas em advogados porque precisam", como se o dinheiro pago fosse proveniente do seu chorudo ordenado. Por fim, criticou o facto dos seus impostos servirem para financiar touradas e lembrei-me daquela faena promovida pela Câmara de Gaia que delapidou milhões do erário público para construir um complexo desportivo,  alugando-o por uma bagatela ao clube que preside. Já estamos fartos desta tourada à moda do Porto televisionada no falido canal do clube, onde cavaleiros manipuladores incitam os adeptos e misturam política com futebol, numa arena de ódio. É por causa destes rabejadores e seus peões que o IVA da tauromaquia vai ser mais baixo do que o do futebol!

26
Fev17

Sentido Obrigatório Giratório

helderrod

Num fantástico derby à moda antiga da nobre Invicta, apetece dizer que quando apostamos nos melhores jogadores os resultados surgem com maior fluência. Talvez este tivesse sido o onze ideal para a Champions.....mas o que lá vai, lá vai....

Tudo começa logo no primeiro minuto quando um jogador do Boavista intercepta a bola com a mão, após um cruzamento de Brahimi. Aí percebi logo que ia haver festa. 

Bastará ver a forma como o árbitro pára um lance aos 41 minutos, quando o Talocha agride barbaramente Corona para apenas lhe dar apenas um amarelo. Beneficia o infractor duas vezes, uma vez que corta um lance prometedor do ataque do FCP e depois não é capaz de dar vermelho ao único jogador que deveria ter sido expulso no jogo. 

Todavia, o Bessa encheu num jogo competitivo e de grande importância para o desfecho do campeonato. Talvez por isso lá apareceram os Boafiquistas desesperados pela cedência de pontos. Eles poderão agora regressar no último jogo do campeonato. O costume, portanto!

Após um duro desafio da Champions, o FCP manteve uma excelente disponibilidade física que foi determinante na conquista dos três pontos. Destaque-se o excelente desempenho, quer de André André, quer de Oliver, que conjugaram na perfeição a ocupação dos espaços no meio campo.

Depois, um fortíssimo Soares que está de facto a marcar a diferença na frente de ataque do Porto que esteve sempre por cima. Recordo a única defesa de Casillas. E que defesa!

A luta está ao rubro e o FCP contornou com elevação mais esta rotunda difícil no Campeonato Nacional!

rotunda.png

 P.S. Desejo uma óptima reunião na próxima Terça-feira. Peço que acrescentem mais três casos às duas dúzias, designadamente o golo irregular de Mitroglou, o penalty de Eliseu aos 49 e o encosto de cabeça de Luisão ao senhor árbitro (autoridade num jogo de futebol). Levem também uns pastelinhos de Chaves, uns vouchers e umas camisolinhas do Rei.

 

Força, Porto!

Hélder Rodrigues

22
Nov16

Os Cavaleiros da Dinamarca

helderrod

Hoje foi noite de Champions na Dinamarca e o FC Porto escorregou na possibilidade de ter assegurado desde logo a sua presença nos oitavos de final.

Na verdade, o terreno não estava fácil. Aliás importa informar os leitores de que esta equipa já não perde há 34 jogos e ainda não sofreu golos no seu reduto (facto pouco relevado pelos nossos jornalistas, mas já lá vamos.).

A primeira parte foi equilibrada e o FCP teve dificuldades em chegar à baliza, tendo apenas feito o primeiro remate aos 42 minutos. Nessa fase, destacaram-se os centrais do FCP, mormente o Felipe que esteve muito bem em todo o jogo. 

Porém, o melhor ficou reservado para a segunda parte e a supremacia na posse de bola caiu para o lado do Porto. Houve imensas oportunidades para marcar, mas mais uma vez verificou-se alguma carência de esclarecimento na concretização. A este facto não será alheio o posicionamento do André Silva. Muitas vezes o excelente avançado do FCP anda por terrenos que não deviam ser os dele, chegando não raras vezes em perda no momento da concretização. É sintomático o facto de André Silva ter sido o segundo jogador a correr mais na equipa, ficando apenas atrás de Oliver. Penso que este factor deverá ser tido em conta pela equipa técnica. Os avançados não podem correr tanto. Eles devem estar no coração da área. 

Importa igualmente destacar a exibição de Corona que lutou incessantemente no decorrer do jogo, talvez motivado pela titularidade que tanto merece. Foi efectivamente o MVP deste jogo.

Fica aqui um sabor amargo neste empate que deixa tudo para a recepção ao Leicester no Dragão. Será importante jogar para a vitória com mais critério e talvez com outros intervenientes. É importante usarmos todos os ovos à nossa disposição para fazer boas omeletes. 

No percurso europeu, estes Cavaleiros da Dinamarca não querem ficar por aqui e querem parar noutros destinos nesta Champions à semelhança da personagem de Sophia de Mello Breyner Andresen (ver foto).

Queria apenas deixar aqui um pequeno recado aos senhores jornalistas "portofóbicos", que parecem querer desvalorizar os adversários do Porto na Champions. Hugo Gilberto menorizou este Copenhaga, tal como Rui Pedro Braz, mas importa lembrar que o Brugge foi campeão da Bélgica (país em retoma na Europa do futebol) e a Dinamarca já assumiu o estatuto de Campeões Europeus, tal como nós. Enfim...

Para além destes, temos ainda outro douto jornalista chamado Rui Santos que foi capaz de afirmar no seu programa que o Sporting CP esteve bem nesta edição da Champions. Relembro os mais desatentos que a equipa de Alvalade já vai na quarta derrota nesta competição. 

Em suma, não deixa de ser curioso o facto de não ter falado da arbitragem. Eu gosto mesmo muito de falar de futebol. Valha-nos a Champions League. 

 

Agora há que apontar o foco para Belém para continuarmos na luta pelo campeonato!

 

Força, Porto!

Hélder Rodrigues

P.S. Parabéns ao nosso grande Bibota de Ouro Fernando Gomes pelo seu sexagésimo aniversário!

cavaleiro-da-dinamarca-5-728.jpg

 

22
Out16

Carta Aberta à SIC Noticias

helderrod

CARTA ABERTA À SIC NOTÍCIAS Exmos. Senhores, Sou admirador do canal supracitado atendendo ao facto do mesmo ter introduzido em Portugal um conceito inovador, no que à transmissão permanente de notícias diz respeito! Todavia, é com profunda tristeza, frustração e espanto que atesto um galopante paradigma da perda de qualidade da Sic Notícias. Não obstante a respeitabilidade que todas as opiniões merecem, parece-me excessiva a constante perseguição obsessiva ao Futebol Clube do Porto, plasmada na soliloquial crónica de Rui Santos no programa Tempo Extra. Com efeito, princípios como a imparcialidade e o rigor jornalísticos são constantemente feridos de morte. Não é de todo aceitável que, num canal cujo propósito não tem índole clubística, ver-se a permanente insinuação contra a respeitável instituição Futebol Clube do Porto, visando a pessoa de Pinto da Costa. Tal como dizem no programa Tempo Extra "a sua opinião conta" permitam-me o reparo. Nem todas as opiniões contam. Estou há um ano impedido de comentar no Facebook do programa referido, porque pura e simplesmente questiono a seriedade e a acuidade de alguns comentários aí exarados. Porém, nunca fui esclarecido de tal impedimento. Nunca usei o vernáculo, nem insultei nenhuma pessoa. Apenas cultivo o usufruto do direito ao contraditório. Solicito que considerem este procedimento a bem da liberdade de expressão e da natureza impoluta da Sic Notícias! Penso que está na hora de acabar com esta xenofobia de índole antiportista! Gostava de ser superiormente esclarecido, tendo em conta a idoneidade de Vossas Excelências! Atentamente e ao dispor Hélder Rodrigues.

27
Set16

O Padrinho e a Raposa

helderrod

Na estreia do Leicester na Liga dos Campeões em sua casa o FC Porto foi o padrinho. Um experiente padrinho nesta competição que se deixou levar pelas raposas, bem personificadas pelo Ranieri.

Mas de Padrinhos falarei mais à frente.

Os azuis e brancos de amarelo (que anda a dar azar) até começaram bem, com duas boas oportunidades na primeira metade da etapa inicial. Mas a força física dos britânicos abafou a boa vontade dos avançados perdidos no meio daquele muro.

Contudo, parece-me estranha a persistência na subida dos laterais, com a nítida falta de apoio nas faixas. É difícil entender que, perante um futebol directo assumido, sejam os laterais do FCP a serem obrigados a descer e a desposicionarem-se defensivamente. 

Na segunda parte, a equipa subiu no terreno e merecia claramente o empate até porque mais uma vez o árbitro de linha fez vista grossa a um penalty sobre Marcano e a bola ao poste de Corona (que devia ter entrado mais cedo em campo).

Como sócio do FCP custa-me ver os melhores activos sentados no banco ou mesmo fora dele. 

Isto é tudo muito bonito, mas alguém tem que entender de uma vez por todas que, amigos ou padrinhos, negócios à parte. 

Os melhores têm que jogar e o Futebol Clube do Porto não é propriamente o Valência ou um consórcio de activos.

Esta vassalagem aos padrinhos tem que acabar.

 

 

Força, Porto!

Hélder Rodrigues

02
Set16

RESPEITEM A HISTÓRIA. RESPEITEM OS VENCEDORES!

helderrod

Partilho convosco a minha reacção ao artigo do #tribunaexpresso

Esta propaganda antiportista é ridícula e inaceitável. É isto que vende. Todavia a supremacia portista no Desporto em Portugal é inequívoca. Sete. Sete títulos europeus a cores e contemporâneos. O GRANDE FCP é indubitavelmente a instituição mais ganhadora do país. O seu prestígio além fronteiras atesta-se na espontaneidade dos estrangeiros em enfatizar o clube. As vitórias em Viena, Tóquio, Gelsenkirschen, Sevilha, Dublin existiram mesmo. Não parece. Mas esta alegria do bronze da Telma ou deste Europeu é a sétima parte dos sucessos aquistados pelo Fcporto. Esse mérito custa a ser reconhecido e é inaceitável a ligeireza e leviandade como se pretende achincalhar o melhor clube português. O seu Presidente é o homem no mundo com mais títulos. Porém, isso não interessa enfatizar. Por muita tinta que façam correr, jamais poderão apagar a mancha triunfal do FCP na História do futebol mundial. A inveja é uma coisa feia, mas a ignorância que teimam cultivar é intolerável, atentando contra a inteligência de quem ostenta um mínimo de cultura desportiva. Haja seriedade. Viva o FCP. Viva Pinto da Costa. AMO-TE #Fcporto

Meus amigos isto também é OURO na HISTÓRIA do futebol português!

 

Ouro:

Taça dos Campeões Europeus 1987

Taça Intercontinental  1988

Supertaça Europeia 1988

Taça Uefa 2003

Liga dos Campeões 2004

Taça Intercontinental 2004

Liga Europa 2011

 

Qual é a dúvida?????????

 

Força, FC Porto

 

Seguir

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D