Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

30
Mai19

Estão a matar o desporto

Dylan

domingo.jpg

Agora que a temporada futebolística acabou exige-se fazer uma reflexão acerca dos motivos que levam a Liga Portuguesa a perder espectadores nos estádios cada época que passa. Creio que não será alheio o clima de talibanismo e a falta de cultura desportiva provocada pelo colapso educacional da família e da escola. Chefes de família que se transformam em vândalos de fim de semana, arruaceiros virtuais que ameaçam árbitros, atiçados por gabinetes de comunicação dos seus clubes, jornalistas que não sabem despir a camisola, suspeitas de aliciamento a jogadores, furto de documentação privada, caciques que misturam política com o futebol, dirigentes e treinadores com mau perder onde qualquer mentecapto comenta nas dezenas de inúteis programas televisivos. Esta gente mata o desporto, por isso tenho saudades dos anos 80 em que só havia o "Domingo Desportivo", de jornalistas como Gabriel Alves, Rui Tovar, Carlos Pinhão, da dupla que nos ensinava basquetebol, o Carlos Barroca e o Professor João Coutinho, o senhor atletismo, Jorge Lopes, e o senhor andebol, Fernando Pais.

18
Mai18

O hooligan português

Dylan

arruaça.png

Só alguém muito distraído pode ficar admirado com o hooliganismo em Alcochete. O perfume do futebol há muito que se tornou irrespirável, já nem é o resultado do colapso geral da autoridade e da ineficácia das diferentes instituições socializadoras, como a família e a escola,  mas o cruzamento do fundamentalismo desportivo cultivado nos gabinetes de comunicação dos clubes de futebol com os comentários feitos em programas televisivos que instigam ódio.  Depois, a falta de cultura desportiva neste país, ondes chefes de família transformam-se em vândalos de fim de semana e em arruaceiros virtuais, onde árbitros são ameaçados, profissionais chamam "boneco" a colegas de profissão, jornalistas que insistem em não despir a camisola, claques "legais" que são piores do que as "ilegais", caciques regionalistas que politizam o futebol  e vencedores que achincalham o rival na hora das vitórias. Quando cresce o número de crimes em recintos desportivos, mesmo no desporto infantil onde se registam agressões entre pais, esperemos que a criação da Autoridade Nacional para a Violência do Desporto desligue o fogão que vai alimentando esta panela de pressão.

Seguir

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D