Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

Dia de Clássico

Visto da bancada Sul

28
Nov15

Foi uma vitória importante, mas não gostei do tom dela!

helderrod

Três pontos conseguidos numa árdua vitória resumem a ida a Aveiro. Com muitos jogadores em clara baixa de forma, a exibição só não deu em desgraça porque o Casillas segurou o triunfo. Após uma estranhíssima expulsão de Lopetegui que se encontrava muito ansioso, talvez pelos inócuos assobios dos assobiadieiros de serviço em Aveiro. Com os assobios, a figura entristece-se! É lamentável! Aliás, se querem ver palhaços a jogar à bola, é melhor irem ao circo. Enfim, o que importa é mentalizarmo-nos de uma vez por todas que, nos momentos menos bons, precisamos de apoiar. Lembrem-se do que os adeptos do Chelsea fizeram a Mourinho, após tantas derrotas, ou à forma como as claques do Borussia de Dortmund puxaram a equipa para cima no ano passado. Não me parece que aqueles adeptos alguma vez chamaram palhaços ao seus artistas. Nem os palhaços, nem os jogadores (principalmente de Dragão ao peito) merecem tamanha injustiça. Enfim.... Os adeptos são soberanos, o futebol pode ser mais bonito pelos flancos, mas o que é demais é moléstia! Força, Porto! Força, equipa! Vamos ganhar à Madeira para que se acabe de uma vez por toda com as assobiadelas de palhaço pobre! Hélder Rodrigues

15
Ago15

A Reconquista Campeã

helderrod

Podia muito bem ser este um artigo da História de Portugal, não estivéssemos nós a falar dos vindouros do Afonso Henriques. Contudo, foi com o auxílio dessa ideia que me lembrei da Reconquista. E no jogo da primeira jornada, o FC Porto arrancou bem em bom plano com um óptimo resultado frente ao Vitória. Foi uma primeira jornada de algumas novidades e inovações que catapultam o FC Porto para uma elite de vanguarda no panorama futebolístico. A possibilidade de se entrar no Estádio do Dragão com o recurso a uma aplicação para smartphones é um exemplo do crescimento do clube. Numa noite com mais uma grande casa o Dragão acolheu com pujança os 10 milhões de espectadores. São efectivamente 10 milhões de assistentes que se aproximam dos fantasiosos 14 milhões de qualquer coisa. Uma outra inovação positiva é a existência do AZUL EXTRA. Um pequeno jornal de distribuição gratuita no qual é possível consultar um histórico das equipas que jogam com o Porto e nem falta um Quiz para os Dragões mais estudiosos e de boa memória! Muito bom! Para encerrar a festa em grande destaca-se a boa exibição do FC Porto no decorrer do jogo. Mais uma vez foi escolhido um árbitro "verdinho" para um jogo desta importância. O jovem estava tão verdinho que até terminou a primeira parte cerca de 30 segundos mais cedo...Com bastantes jogadores em bom plano, destaque-se Aboubakar que parece querer pegar de estaca com boas movimentações. Também o capitão Maicon foi imperial nesta noite e o capitão parece querer afirmar-se definitivamente como o patrão da defesa portista. Depois, uma palavra para André André. Rendendo um errático Herrera, este André André evidenciou muita qualidade mais uma vez e, quando se fala tanto de ADN, aqui sim. Aqui há efectivamente uma matiz de ADN. É que o filho parece-se muito com o pai na forma como corre, como parece saltitar e como pousa a raça na relva. Este desafio foi um bom prólogo para o que todos os Dragões almejam: o regresso do Campeão!Será já muito importante a ida ao Caldeirão nos Barreiros para dar continuidade à Reconquista Campeã!                                                                   Força, Porto!!!                                                                                                       Hélder Rodrigues.                                                                                                     P.S. Para quê falarmos de SMS quando ainda há uma chamada para um árbitro para se investigar e lá passou mais uma semana de silêncio ensurdecedor!!!!

08
Abr15

As Vicissitudes Gástricas do Negócio

helderrod

Agora já percebi tudo. O BMW Marçal ficou na garagem da Luz! O Manuel Machado esteve bem na conferência de imprensa do Estádio da Luz. Foi aquilo que podemos designar por ironia metafórica. Mas como dizia o outro "a ironia é tão fina que por vezes nem se vê". Porém, hoje fez-se luz na Luz!!!!!! Hélder Rodrigues

18
Jan15

"Cha-Cha-Cha" no "Pantanel"

helderrod

O FCP fechou a primeira volta num jogo para barbas rijas. Num terreno adverso devido às condições meteorológicas, marcar na primeira parte era fundamental. E assim foi. No limite do fora-de-jogo, mas sem necessidade à criação de pontos de fuga, o guerreiro Herrera e o fabuloso Martinez facturaram com uma tremenda eficácia. Na segunda parte, foi necessária a promoção da tracção ao 4x3x3 numa luta árdua na qual o Penafiel se bateu estoicamente. Uma palavra de apreço também para o nosso niño Torres que lutou bastante, interpretando a importância e a grandeza de se trazer o emblema do melhor clube português no peito. Importa também adir que terminámos apenas a primeira parte do desafio. Venha a segunda, com mais futebol e sem colinhos nos dezassete encontros que restam. Vamos acreditar sempre e deixar as galas para a fachada, puxando dos galões plenos de ambição e de vitórias como é apanágio do grande Futebol Clube do Porto. Força, Porto! Hélder Rodrigues

03
Jan15

LE CALCANHAR PORTif

helderrod

No arranque do novo ano, o FC Porto trouxe-nos uma mão cheia de golos de qualidade num terreno aparentemente fácil. Os primeiros 20 minutos que o digam! Mas a verdade é que hoje houve envolvimento e dinâmica e fundamentalmente o facto de nunca ter tirado o pé do acelerador. Esta é a questão. Ir para cima do adversário. Criar oportunidades e concretizar. O Porto foi tudo isto hoje. Foi interessante ver um enorme Oliver (o melhor em campo na minha opinião), um Brahimi que respirou futebol e um incansável Jackson que é já o segundo melhor marcador estrangeiro de sempre do clube azul e branco. Nasceu também aqui um novo exemplo. A ideia de nunca ter medo de chutar e de se arriscar com maior frequência o remate de longa distância quando as equipas se fecham. O golo de Casemiro confirmou-o. Por vezes é necessário procurar uma porta ou uma janela aberta no autocarro para desbloquear o resto de uma partida! Acrescente-se neste particular a possibilidade de Casemiro ter ultrapassado um momento menos bom na precisão dos passes. Uma palavra para José Mota que, ao invés de desculpar o seu pupilo, deve chamá-lo à atenção que não pode protestar daquela forma a decisão de um lance. É que ao contrário do que este quis aventar, o primeiro amarelo não decorre da falta, mas dos protestos veementes do jogador! Bem que podia ter feito mais barulho na jornada anterior! Enfim... Força, Porto! Hélder Rodrigues

20
Dez14

O frio e a imPACIÊNCIA

helderrod

E assim termina 2014 no que ao campeonato diz respeito. Num jogo tépido em noite fria, o FC Porto cumpriu e venceu um Setúbal encolhido e recolhido na limitação evidente desta época. Há sextas-feiras em que os Domingos não deviam sair de casa. É que aquelas declarações sobre a arbitragem são no mínimo desenquadradas com os factos e talvez sejam justificadas apenas pela clara dificuldade de Paciência em gerir os parcos recursos da sua equipa. Fica a sensação que este treinador merece outros voos. Aliás, foi claro o condicionamento da possibilidade deste treinador ter sido campeão pelo Braga. Mas isso são túneis que não são para aqui chamados... O que é lamentável são os assobios minoritários e insignificantes, mas suficientes para serem enfatizados pela imprensa e por comentadores que gostam pouco do sucesso azul e branco. Aliás estes assobios também pouco devem à legitimidade. Provavelmente, viram apenas dois golos os emissores do assobio porque vale a pena sair mais cedo do estádio a assobiar para o lado e evitar o trânsito caótico das imediações do Dragão. Para a próxima, fiquem em casa! Assobiem mais alto para o vizinho ou treinem a grafia da graça do nosso treinador. Ou até procurem assistir a um desfile de moda do Manão Sarriel e relembrar os laivos eloquentes dos Machados e dos Oliveiras. Mais vale fazer isso!!!! O ano que agora encerra foi difícil, mas fica aqui a esperança de que 2015 traga o brilho e o triunfo que o melhor clube português merece. Força, Porto!                                                Hélder Rodrigues

16
Dez14

Como te chamas? Sarrel Manão ou Anteira Olivónio?

helderrod

Os últimos dias que se seguiram ao clássico do Dragão têm vindo a espoletar algo que considero muito grave. Tal como diz o ditado "mais vale cair em graça do que ser engraçado", esta ideia chauvinista e perigosa de virem a público em programas desportivos trocar o nome do treinador do Porto de forma persistente e inusitada tem que ser alvo de apreciação. Com certeza que o Manuel não gostaria de ser o Sarrel Manão e consequentemente ver o seu trabalho no estrangeiro ser enxovalhado em público. Como é óbvio todos são livres de opinar (ainda bem). Porém, parece nascer em Portugal uma espécie de chauvinismo anti Lopetegui, facto que é reprovável. António Oliveira (respeitável jogador e treinador) terá sido vítima de um fenómeno idêntico quando foi treinador do Bétis de Sevilha durante uns dias. Mas isso esquece ele agora quando vem igualmente à troika de ataque deixar um memorando vergonhoso e deselegante sobre o treinador basco. Queira o senhor Anteira Olivónio saber que os portistas também têm memória, o que poderá vir a ser significativo para eventuais futuras pretensões do mesmo no grande Futebol Clube do Porto. Sejam construtivos entre portistas! Hélder Rodrigues

15
Dez14

O Triunfo do futebol negativo

helderrod

No clássico de hoje, podemos afirmar que nem sempre ganham os melhores. Hoje vi pela primeira vez um autocarro em pleno Dia de Clássico e não foi o autocarro de que tanto se queixaram na semana passada. Hoje vi uma equipa vestida de vermelho que me fez lembrar o Salgueiral. Assim jogava sempre o Salgueiros nas Antas: fechadinhos, durinhos e cínicos a queimar tempo. A verdade é que hoje o jogo foi este. Uma equipa a tentar construir (nem sempre bem) e outra a destruir (o que por norma é mais fácil). É fácil branquear-se alguns aspectos dos jogos. Mas eu recordo nas presentes palavras que Maxi passa impune no capítulo disciplinar: joga com a mão, empurra, dá pancada e faz até arremessos manuais de legalidade muito discutível. Porém, tudo normal! Aliás, até o Oliveira entrou no folclore da troika de ataque ou mesmo quadrilha, considerando as intervenções irónicas de Hugo Gilberto. O senhor Oliveira pensa que nós portistas (que lhe reconhecemos muito mérito) já nos esquecemos dos seus devaneios tácticos de teimosia. O que deveria Lopetegui fazer? Pôr o João Manuel Pinto a avançado para conseguirmos empatar com o Setúbal nas Antas? Quanto é que lhe pagam para ser o bombo da festa? Lamentável....Esqueceram-se todos da forma como o Benfica perdeu os dois últimos campeonatos e criticam a ideia que Lopetegui procurou transmitir sobre a possibilidade de virmos a ser campeões? Dizer que já hipotecamos o campeonato é grave. Bem mais grave do que a atitude benfiquista na Madeira que já se considerava detentora do título.

Na retórica futebolística, podemos muito bem advogar o facto de que hoje ganhou uma equipa que fez três remates à baliza. Ganhou o cinismo e o Jesus (o mais recente admirador do catenaccio) parece estar já a testar o futebol italiano. Hoje o futebol negativo, o antijogo e o cinismo venceram. Mas hoje não interessa falar disso. Hoje importa abafar o desaparecimento encarnado das competições europeias.

Contudo, quem joga assim no Dragão ganha uma vez em dez possíveis. Parabéns à treta e ao senhor árbitro que permitiu a presença de Júlio César na baliza deste jogo por poupá-lo de um segundo amarelo, após um atraso deliberado que ia dando golo não fosse a boa defesa do inocentado transgressor.

É claro que ainda acredito! Basta sermos mais assertivos e pragmáticos em alguns momentos do jogo, até porque nem sempre vamos apanhar equipas tão defensivas como a de hoje.

Hoje deu-se um triunfo. O triunfo do futebol negativo.

 

Força, FC Porto!!!!!!

Hélder Rodrigues 

P.S. Na vitória anterior do SLB no Dragão, o resultado e o furor foram idênticos. O resto vocês já sabem. Liguem a rega e apaguem as luzes!

Seguir

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D